Segue abaixo o press release da Star Alliance – vale a pena dar uma lida.

A Star Alliance lançou uma Plataforma de Serviços Digitais (DSP) como primeiro passo para o aprimoramento geral dos serviços digitais e móveis oferecidos aos clientes que viajam pelas 28 companhias aéreas membros da rede. A plataforma foi desenvolvida e implementada em parceria com a Accenture como parte da estratégia da Aliança para melhorar ainda mais a viagem do cliente.

A DSP pode coletar dados fornecidos por uma companhia aérea ou por terceiros, e disponibilizá-los a todas as companhias membros, permitindo que elas os incorporem aos seus próprios aplicativos voltados para o cliente. Em longo prazo, o objetivo é permitir que os passageiros utilizem o site ou aplicativo móvel de qualquer companhia aérea para obter todas as informações de que necessitam para viajar em várias empresas membros da Star Alliance.

“Os passageiros mais frequentes têm uma companhia aérea “de casa” em nossa rede e preferem controlar toda a sua experiência de viagem por meio de um único aplicativo ou site”, afirma Jeffrey Goh, CEO da Star Alliance. “Estamos, portanto, trabalhando para criar recursos de forma centralizada, que podem ser compartilhados para nossos membros individuais.”

Uma vez que uma oferta de serviço esteja disponível na DSP, as companhias aéreas membros podem decidir individualmente se e quando as disponibilizarão para os clientes. Como exemplo, um recurso de seleção de assentos lançado no dia 2 de fevereiro permite, agora, que um cliente da United Airlines escolha um assento nos voos da Singapore Airlines marcados via united.com ou United App. Como resultado, o cliente que viaja com um tipo de tarifa que inclui a seleção complementar de assentos com antecedência pode escolher, no ato da reserva, um assento específico para toda a viagem na United Airlines e Singapore Airlines, em vez de apenas no momento do check-in. Este recurso estará disponível em toda a Aliança de forma progressiva.

Eu só vejo vantagens com essa plataforma integradora das parceiras da Star Alliance. O passageiro ter acesso às informações e poder selecionar serviços de outra parceira que não aquela do seu programa de passageiro frequente é essencial para uma experiência de viagem mais tranquila.`

Uma das coisas que eu não gosto na Oneworld é a falta de comunicação entre as companhias do grupo. Quando eu emito um bilhete prêmio pelo AAdvantage para voar com a Cathay, por exemplo, o código localizador que sai no bilhete emitido pelo AAdvantage  não é o mesmo que aparece no sistema da Cathay. É necessário perguntar ao atendente do AAdvantage esse o código desse localizador. E mesmo quando eu consigo o código da Cathay, e eu entro no site da empresa chinesa, ela não me permite marcar assento. Só consigo isso no call center do AAdvantage. A mesma coisa ocorre com o Multiplus e a Iberia: marcação de assento só com o código de reserva da Iberia e no call center da Iberia!

Enfim, vejo com bons olhos esse investimento em prol do passageiro.