Diferentemente do que havia divulgado ontem, em que afirmou que honraria os bilhetes, a Air Europa está cancelando as passagens adquiridas no bug de anteontem.

Na ocasião, uma passagem Rio – Paris em econômica estava sendo vendida por cerca de R$ 1.050,00 reais com taxas. O bug durou pouco – cerca de meia-hora – mas muita gente conseguiu comprar. Na página do Milhas & Destinos no Facebook, uma leitora conseguiu comprar 11 passagens para ela e para a família para o fim do ano.

Juridicamente, o que pode acontecer?

Nos últimos anos, os Tribunais de Justiça têm obrigado as companhias aéreas a honrarem com os preços ofertados. Afinal, quem tem o lucro com a atividade econômica também deve suportar o prejuízo da mesma. Os erros no carregamento de tarifa são de responsabilidade exclusiva da empresa e se o consumidor os aproveitou, que a empresa melhore seus procedimentos a fim de que isso não mais ocorra.

Entretanto, no dia a dia, cada dia mais eu tenho visto algumas decisões em sede de direito do consumidor que são altamente protetivas das empresas e ofendem o Código de Defesa do Consumidor e até mesmo o Direito em geral.

Como os Juizados Especiais são gratuitos, caso a empresa se recuse a honrar os bilhetes, sugiro que aqueles que se sentirem prejudicados acionem a Air Europa.

De qualquer modo, aqueles que receberam o e-ticket por email não devem contatar a empresa. Esperem que ela entre em contato – a obrigação é totalmente dela. #ficaadica

Sugiro fortemente que vocês leiam a reportagem do Infomoney sobre iss. Para saber mais, clique aqui.

Agradeço à Juliana que me indicou o artigo da Infomoney.