Sempre que vou à Ásia via Europa, na volta, eu procuro passar uns 2 dias em uma cidade europeia para começar a ajustar o fuso horário e para dar uma respirada básica depois de uma viagem movimentada.

A “escolhida” da vez foi Genebra. coloquei entre aspas porque, tecnicamente, não escolhi. Quem escolheu pra mim foi o Smiles. Quando decidi que iria fazer a viagem para a Austrália usando, exclusivamente, milhas, eu quis emitir a ida e volta para a Europa com o Smiles, pois algumas milhas expirariam em fevereiro/2017. Eu também queria voltar no dia 31 para passar o Reveillon a bordo para fugir da loucura que é a zona sul do Rio de Janeiro nesta data. A única disponibilidade que apareceu em executiva foi a Air France partindo de Genebra com escalas em Paris e São Paulo, e depois Rio. Tentei voos de diversas cidades europeias e não tive sorte. Tentei um voo direto de Paris para São Paulo, mas não consegui. Bizarro … Mas como eu não conhecia Genebra e tinha ido à Suíça pela última vez em 2006, decidi emitir a passagem. E o voo foi assim …

O voo entre Genebra e Paris é rapidíssimo: cerca de 1h10m e a Air France utiliza aeronaves A319 e A320 nessa rota. A configuração da aeronave é 3-3-3 e, na classe executiva, as poltronas são idênticas àquelas da econômica, tendo somente o assento do meio bloqueado.

AF Business Class A319 GVA – CDG Dez 2016

A executiva deste voo tem 6 assentos. Há apenas uma fileira do lado A-C da cabine e  e duas no lado D-F. A “separação” entre as cabines é  feita por meio de uma cortina. A única diferença aparente entre elas é que, na executiva, há travesseiros e o tecido do encosto da cabeça é em cor sólida.

AF Business Class A319 GVA – CDG Dez 2016

Escolhi o assento 2A, um bulkhead seat, com um espaço aceitável para as pernas em um curto trajeto.

AF Business Class A319 GVA – CDG Dez 2016

Apesar de não ter sido oferecido um drink antes da decolagem, fiquei surpresa com o catering da Air France para um voo tão curto. A terrine com cogumelos estava divina, assim como os patês. O pão estava quentinho e o queijo camembert, fresco. A sobremesa, um bolinho de morango, estava saborosíssima, no equilíbrio perfeito entre o doce e o amargo. E, para finalizar, um tradicional macarron francês. De “brinde” um chocolate comemorativo das festas de fim de ano.

AF Business Class A319 GVA – CDG Dez 2016

Para acompanhar, escolhi um vinho tinto francês.

AF Business Class A319 GVA – CDG Dez 2016

A viagem é linda, iniciando com um sobrevoo pelos Alpes.

AF Business Class A319 GVA – CDG Dez 2016

Rapidamente chegamos em Paris, quando percebi o porquê do atraso de todos os voos naquela manhã …

Paris 31 dez 2016

O voo foi ótimo, tendo em vista que durou pouco mais de uma hora. O comissário responsável foi extremamente cortês e educado, e o serviço de bordo foi excelente. Eu jamais pagaria centenas de euros por essa experiência fugaz; eu  tive a sorte de tê-la “embutida” nas milhas que gastei para voltar da Europa para o Brasil.