Vou começar  pedindo desculpas pelo atraso nos trip reports. Prometo que até o fim de semana eu vou postar os voos restantes da viagem à Austrália. Então, sem mais delongas, vamos a ele.

Informações Gerais

Data: 29.12.2016

Hora da partida: 00:25 hrs

Número do voo: CX271

Duração do voo: 12hrs20m

Tipo de bilhete: 60.000 milhas AAdvantage (em conjunto com outro voo da Cathay entre Auckland e Hong Kong)

 

Hard Product

Aeronave: B777-300ER (B773)

Entrada em uso: 27 abr 2012

Prefixo: BKQA

Classes de serviço: business, premium economy e econômica

Me despedi, com tristeza, do The Pier – o lounge da primeira classe da Cathay (leia o post aqui) e me dirigi ao portão de embarque, que começou cerca de 45 mins antes da hora do voo e transcorreu normalmente. A classe executiva é dividida em duas cabines. Quando entrei no avião, já tinha muita gente na primeira, então, fui até outra para tirar fotos.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

A configuração da cabine é 1-2-1 e todos os assentos têm acesso ao corredor. Os assentos do meio são decorados com flores – um toque muito especial que a Cathay dá para a cabine. Aliás, na foto acima, é possível ver a decoração de Natal da classe executiva.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Os assentos são fabricados pela Zodiac e são os mesmos utilizados na classe executiva dos B773 da American Airlines. Aliás, as duas companhias são as únicas que utilizam esse tipo de assento, por expressa disposição contratual.

Apesar de o assento não ser encapsulado em uma cabine, a aba superior que fica na altura do rosto do passageiro confere privacidade para quem senta na janela.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

A parte externa do assento é idêntica àquela do A350, mas o acabamento … quanta diferença!

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class AKL-HKG A350 Dez 2016

Já os assentos do meio foram concebidos de tal modo que os passageiros, mesmo sentados lado a lado, não conseguem se ver se estiverem recostados.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Por outro lado, os passageiros que estão viajando juntos podem sentir um certo desconforto para conversar durante o voo.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

O assento é confortável, mas além do tom esverdeado, não possui nenhum sinal distintivo da Cathay, nem no tecido de apoio à cabeça.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Quando cheguei ao meu assento, como de costume, o edredon estava no descanso dos pés.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Abaixo do descanso para os pés, há uma área que cabe uma mochila e o sapato. Apesar do afunilamento dos pés, ainda assim dá para dormir confortavelmente.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Na parte lateral do assento, há uma área para a guarda de objetos do passageiro. Diferentemente do A350 que eu tinha voado de Auckland para Hong Kong (leia o trip report aqui), essa área é aberta. Também se nota, nitidamente, algumas manchas no tecido. A aeronave nem é tão antiga assim, foi entregue e fabricada em 2012.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

A mesma área no A350 é coberta.

CX Business Class AKL-HKG A350 Dez 2016

Há também um espaço onde ficam os fones de ouvido em que é possível guardar o celular ou um tablet pequeno. Os fones, por sua vez, são genéricos.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Os controles ficam na lateral, na altura do rosto e são de fácil acesso e manuseio. Há uma luz de leitura individual e o controle remoto é touchscreen. Há uma entrada para USB e uma tomada elétrica.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

A mesa para refeições/trabalho tem um ótimo tamanho, é fácil de montar – basta puxar –  e tem partição horizontal que, para quem já me conhece, sabe que é a minha preferida.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

A tela de entretenimento fica embutida no console. Ela é de ótimo tamanho e basta apertar o botão na lateral inferior do console que ela destrava.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Na tela inicial, o número do voo, a rota, a duração do voo (não estava disponível) e a hora no local de destino. Uma pena não haver a câmera externa!

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Já entrando no soft product, a programação é mais voltada para o cinema chinês e asiático, mas para um voo de 12 horas, a oferta de filmes “ocidentais” é razoável.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Aliás, há um aspecto extremamente irritante na programação da Cathay e isso aconteceu em ambos os voos em que estive. Antes de cada filme ou episódio de série, o passageiro é forçado a assistir um bloco de anúncios (os mesmos!) que dura 5 minutos. Isso acontece mesmo que você queira dar só uma olhada para ver se o filme agrada. Chega uma hora que não dá vontade de ver mais nada só pra evitar de assistir os anúncios de novo.

Soft Product

Refeições: jantar e café da manhã

Champagne: Billecart-Salmon Brut

Qualidade da comida: muito boa

Qualidade das bebidas: muito boa

Cortesia dos comissários: ótima

Amenity kit: bom

O primeiro ponto que me chamou a atenção é que o champagne servido no voo para Amsterdam é diferente daquele servido no voo de Auckland para Hong Kong. Aqui foi servido Billecart-Salmon Brut, enquanto que no voo para Hong Kong foi oferecido Deutz Brut Classic. Alguém sabe o por quê disso?

Não sou nenhuma expert em champagne, mas sei que nenhuma dessas marcas é considerada excepcional e ambas são vendidas na Europa a menos de €40 a garrafa. Mas estamos em classe executiva ambas estão de bom tamanho.

Como de costume, ainda em terra foi oferecida uma taça e, logo depois da decolagem, a comissária passou oferecendo as toalhas úmidas para refrescar as mãos juntamente com mais uma taça.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

O amenity kit desse voo tem a tonalidade ligeiramente diferente do kit do voo anterior, mas o conteúdo é o mesmo (vou aproveitar a foto do kit do A350). Eu amo os pordutos Jurlique!

É interessante observar o acabamento do braço dos assentos do B773 e do A350. A diferença é patente.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class AKL-HKG A350 Dez 2016

CX Business Class AKL-HKG A350 Dez 2016

O menu do voo foi o seguinte:

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Observem que na última página, na última linha, há a indicação dos voos em que esse menu é servido (271/343/357 – Amsterdam, Londres Gatwick e Manchester) juntamente com o mês e o ano (12/16).

As bebidas desse voo foram as seguintes:

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Mesmo saindo após a meia-noite, foi oferecido jantar completo, ainda que não tenha sido feito em “etapas”. A entrada, prato principal e sobremesa já vieram juntos na bandeja. Mas quem preferisse algo mais leve, havia a opção de sopa, salada e sobremesa de fruta.

A entrada consistia de uma pasta de pimentão vermelho que estava muito gostosa. Os pães estavam quentinhos. Escolhi a costela com lentilhas que também estava muito boa, mas não se comparou à refeição que foi servida no voo de Auckland para Hong Kong. A sobremesa também estava bem saborosa. As frutas vieram banhadas em um xarope de rosas levemente adocicado que estava uma delícia. Uma refeição simples, mas plenamente satisfatória.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

No meio da noite, eu senti fome. Como lanche, a Cathay uma sopa sechuan. Eu sabia que a cozinha da província de Sechuan, na China continental, é apimentada, mas era isso ou sorvete. Eu não queria comer doce e esqueci completamente que eu poderia ter pedido o prato de queijos …  Para quem gosta de pimenta, a sopa estava ótima. Eu até gostei, mas não acho que esse tipo de prato deva ser oferecido como lanche no meio da noite. Fica difícil para qualquer pessoa que tenha um problema, ainda que leve, de estômago. Dito e feito: tive que tomar um remédio para a digestão, mas nada que tenha perturbado o meu voo.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

O café da manhã foi servido cerca de 1h50 mins antes do pouso. De entrada, frutas com bircher muesli, pão quente com manteiga e um smoothie de maracujá com morango, que estava ótimo. Como de rotina, pedi suco de laranja e café.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Como o catering saiu de Hong Kong, escolhi o dim sum como prato principal. Para quem não conhece, o dim sum é um prato típico da cozinha cantonesa servido em pequenas porções. A massa é cozida no vapor e o recheio é de porco, camarões, legumes, etc. Não teve erro: estava tudo muito bom. Aliás, essa é uma estratégia que eu tenho para determinadas cias aéreas. Eu escolho o prato da bandeira da companhia quando estou saindo da sua base.

CX Business Class B773 HKG – AMS Dez 2016

Encerrado o serviço de bordo, a chefe de cabine foi pessoalmente agradecer a cada passageiro por ter voado Cathay Pacific. Ela sabia meu nome e meu status na Oneworld. Aliás, a Cathay é uma das cias que treina seus funcionários para saberem o status de seus passageiros na aliança aérea e comentarem, se for o caso. Vocês conhecem alguma outra empresa que faça isso? Alguns comissários da American comentam, mas nesse caso, eu entendo que seja porque eu tenho status especificamente com eles, e não com a Oneworld, genericamente.

Esse segundo voo com a Cathay não foi tão bom quanto o anterior, mas ainda assim foi acima da média do que é oferecido pelas empresas na classe executiva em geral. Eu tinha tido uma experiência em primeira classe com eles no ano passado que não foi nada de excepcional. Eu tinha uma grande expectativa, pois os trip reports do One Mile at a Time e do The Points Guy sempre elogiaram muito a Cathay.

Fiquei feliz de ter dado uma “nova chance” para a Cathay, pois certamente será considerada nos meus próximos voos que envolvam a Ásia.

Espero que vocês tenham gostado do post!

Para ler os demais trip reports e posts sobre os lounges dessa viagem para a Austrália, clique aqui.