viaje bem, viaje longe, viaje barato!

Variados

Como as Medidas do Trump Podem Afetar Passageiros Brasileiros

O decreto executivo publicado ontem, dia 28 de janeiro, pelo presidente americando Donald Trump causou uma série de problemas no setor da aviação civil e do turismo. Com o decreto, foi determinada a proibição de entrada nos EUA de nacionais de 7 países por 90 dias, a saber:

Iraque

Iran

Líbia

Somália

Sudão

Síria: proibição por tempo indeterminado 

Iêmen

Mas além dessas nacionalidades, há outras nuances no decreto. Por exemplo: estão temporariamente proibidos de entrar nos EUA passageiros com dupla nacionalidade: ex. brasileiro e líbio; italiando e sírio, francês e iraquiano etc. Então, ainda que você seja um cidadão brasileiro, se você tiver também tiver nacionalidade de um dos sete países acima, você não poderá entrar nos Estados Unidos.

Essas restrições também se aplicam a passageiros em trânsito. Se você se encaixa nos perfis acima e está indo para a China com escala nos EUA, você será impedido de embarcar ou, caso consiga embarcar por um descuido da cia aérea, será impedido de entrar nos EUA quando lá chegar.

Inicialmente, o decreto impedia até mesmo os portadores de green card de retornarem aos EUA, caso estivessem no exterior na data da publicação da medida. Mas, hoje, dia 29, a Casa Branca reviu essa proibição e os portadores de green card estão liberados para retornar aos EUA.

O decreto se aplica a qualquer pessoa, incluindo tripulantes, atletas, pessoas com compromissos profissionais comprovados, pacientes médicos, etc.

Há relatos de muçulmanos de outros países que não estão na lista acima cuja entrada têm sido dificultada pelos agentes da imigração.

Além desse problema, os demais passageiros que desembarcam nos aeroportos americanos têm enfrentado dificuldades para conseguir transporte para os centros urbanos devido às manifestações de taxistas que, em sua grande maioria, são muçulmanos.

Atualização: fui conferir o decreto com atenção depois do comentário da Letícia e ela está correta. Agora, só estão dispensados da entrevista menores de 14 e maiores de 79 anos de idade (antes era 16 e 66). Outra mudança é que para fazer a renovação de um visto expirado há mais de12 meses também será necessário fazer uma nova entrevista. Antes era permitido renovar um visto vencido até 48 meses antes sem a sabatina no consulado.

 

2 Comentários

  1. Letícia

    Algumas medidas também afetam os brasileiros, não? Idade de isenção de entrevista para o visto e período de carência para renovação!

    • Beatriz

      Isso não está no decreto executivo. É provável que mais medidas contra o mundo, em geral, venham a ser tomadas.

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén