No dia  21 de julho, esgotou o prazo para apresentação de proposta de compra da Alitalia. Com dezenas de envelopes com propostas que vão da compra de 100% das operações até a compra de contratos específicos, um deles chamou a atenção: a Etihad, que atualmente detém 49% das ações da companhia italiana, fez a oferta para controle total da empresa.

A Alitalia encontra-se em recuperação judicial, em regime de administração extraordinária, em que são revistos contratos e são pensadas novas estratégias para manter a companhia viável.

Em breve, devem ser divulgadas todas as propostas feitas até o dia 21 de julho e o destino da Alitalia será revelado.