viaje bem, viaje longe, viaje barato!

LATAM

LATAM Belém – Miami no A320: muitas reclamações dos passageiros

O texto abaixo foi integralmente transcrito do Portal ORM.

Clientes da Latam Airlines têm utilizado as redes sociais para questionar as mudanças nos voos internacionais Belém/Miami. A redução do tamanho das aeronaves e a qualidade do lanche oferecido nas viagens foram o alvo das reclamações. De acordo com Vera Cascaes, o avião é pequeno e velho e o lanche é “ridículo”. “Mude de companhia. A Latam não nos merece!”, alerta em sua perfil no Facebook.

Já outra passageira também mostrou indignação com a viagem pela companhia. “Voo direto, seis horas. A empresa aérea acomodou os passageiros em um pequeno avião, daqueles que fazem voos domésticos. O avião partiu lotado e foi aquela agonia”, escreveu Iolanda Parente. No relato, a cliente destaca ainda o arrependimento por ter comprado um “assento conforto” por quase R$200. “Passei a viagem inteira sendo esbarrada, empurrado (sic) e incomodada pelas aeromoças (…)”, conta.

Em nota, a Latam Airlines informou que, desde 1º de julho deste ano, realiza seus voos entre Belém e Miami com a aeronave Airbus A320. A mudança é parte dos esforços constantes da companhia para ampliar, racionalizar ou adequar suas operações.

Para os passageiros que já tinham adquirido bilhetes em Premium Business para este voo, a companhia destacou que oferece opções para que os clientes possam remarcar seus voos ou solicitar o reembolso das passagens. O Airbus A320 não possui a classe Premium Business, mas o passageiro tem a mesma experiência de viagem, com todo o conforto oferecido pela LATAM, diz o comunicado. 

A nota destaca ainda que, “a bordo, o cliente pode usufruir do LATAM Entertainment, sistema de entretenimento a bordo sem fio, e que pode ser acessado pelo passageiro no seu próprio celular, tablet ou computador e dá acesso a uma seleção especial de conteúdo com mais de 60 filmes, cerca de 120 episódios das temporadas completas de séries renomadas, 44 episódios de séries de TV, conteúdos para crianças, palestras, cinco canais do YouTube e notícias (parceria com a BBC). Também conta com uma carta de vinhos exclusiva, que valoriza a produção da América do Sul”

Algumas considerações

É compreensível que a empresa necessite fazer ajustes da frota para operar determinados voos, mas afirmar que o passageiro tem a mesma experiência de viagem em um A320 e em um B767 não tem o menor cabimento. Especialmente para quem pagou para viajar em business class.

Eu, pessoalmente, acho que fazem falta algumas aeronaves A320 da LATAM com configuração de assentos premium de verdade e não somente o bloqueio do assento do meio, com uma inclinação mínima.

Há 5 anos  havia aeronaves A320 com 12 assentos na executiva – que era uma premium economy, na verdade. Mas davam conta desses voos de média duração entre o Norte/Nordeste – Sudeste/Sul.

Esse voo específico tem 6 horas de duração – é dose viajar com o mesmo conforto de quem usa a ponte aérea Rio – São Paulo.

É uma pena que a LATAM esteja decaindo tanto em sua oferta aos passageiros, tanto em relação ao hard product como ao soft product. Quem sabe a Avianca Brasil não enxerga aí uma oportunidade de oferecer um produto melhor?

68 Comments

  1. Fabio

    Estão fazendo o mesmo entre Santiago do Chile > GRU, A320 com lanche vergonhoso, vejam:
    https://s2.postimg.org/pt9dr9xy1/IMG_0367.jpg

    A Latam tá virando Latão. Os chilenos conseguiram piorar nossa TAM =\

    • Beatriz

      Oi Fabio, fiz GIG – SCL também no A320, na “business” deles. Tenho até uma avaliação aqui.
      Agora, esse lanchinho da econômica é uma vergonha!

  2. Paulo

    Eu já passei sufoco nas 3h entre Salvador e Porto Alegre num A321, imagina até Miami…

  3. Cristina

    Eu reclamei da mesma coisa a um mês atrás… SP- Manaus, com um banco que parecia ônibus de subúrbio!!!! E perguntei cadê as aeronaves, que faziam essa linha… Estão no Chile!!! O povo brasileiro é ridicularizado a todo tempo,sem a menor timidez!
    Essa mudança da Tam, virou Latão de lixo!

  4. Antonio Anglada

    Lamentável o tratamento que essa companhia dá aos paraenses! É o resultado da falta de concorrência!

    • Beatriz

      É verdade, Antonio!

    • Katia

      Pagamos fortuna pela PSG para sermos tratados assim.

    • Ivanovich

      Percebo sempre a discriminação. Quase sempre o embarque em GRU é por terminal remoto. Quase todos os voos que saem do terminal remoto, normalmente lotado ,com pessoas sentadas no chão ,são para o Pará ou para outros estados no norte.

      • Jack Meeoff

        Já embarquei várias vezes em remoto em GRU para voos aos EUA, tanto American, quanto United – seu comentário apresenta pouca observação.

  5. Liete

    Cada vez pior.paguei passagem cara para minha filha em voo para São Paulo infelizmente com conexão em Brasília,porque pela urgência da viagem,por incrível que pareça não tinha voo direto Belém – São Paulo e CANCELARAM o voo Brasília- São Paulo e não deram a mínima satisfação. De um voo que dura 3 hs,ficamos 14 hs viajando e esperando no aeroporto de Brasília durante 8 hs,isso porque tive sorte nos relocaram num voo mais próximo. Outros passageiros tiveram que esperar muito mais até encontrarem voo com lugares disponíveis.FALTA DE RESPEITO DESSA FAMIGERADA COMPANHIA.

  6. Dott. M.

    A verdade é que, apesar de a média das medidas da população estar aumentando, tal como altura e peso, as companhias aéreas estão diminuindo as dimensões de suas poltronas. No caso, esse A320 é desumano. Eu fiz GIG-SCL nele, recentemente.

    • Beatriz

      Isso é verdade!

    • Rodrigo Almeida

      Se forem similares aos a320 que voei na semana passada, é de lascar! Os banco são um pedaço de madeira revestido com tecido! Um desrespeito com o consumidor! Mandei ate um email pra Tam, relatando tamanho desconforto, e recebi uma resposta sem pé nem cabeça! Lamentável!

  7. Ãpio medrado

    Também precisamos construir um aeroporto novo em Belém inclusive com pistas decentes, a Tam diz que as 2 pistas de pouso e decolagem são precárias para operar com aviões maiores !

    • Beatriz

      Mas tem cargueiro voando para Belém sem problema algum …

    • Jaime alhadef

      Aeronave tp é um 330 e apesar das comissarias serem da velha guarda (brinks), as actf são novas e operam em Bel

    • Marcelo

      Na verdade, além disso o aeroporto tem estrutura de embarque e desembarque subdimensionada, além do ar condicionado que há anos não funciona. Curitiba que é uma cidade com clima mais ameno do que Belém tem conforto térmico muito melhor. Não sei se é o turismo incipiente de Belém que provoca isso ou isso ajuda a provocar um turismo incipiente.

  8. Germano Rodrigues

    Faz tempo que não viajo com a LATÃO, está igual ou pior que a GOL, ultimamente só AZUL e AVIANCA

    • Martha Skeete

      Realmente lamentável o rumo que a LATAM está indo.Ontem eu tinha um vôo NAT/GIG programado para às 14:53 e com a simples informação de ” seu vôo está atrasado ficamos aprisionados no aeroporto até às 18:15 que foi a hora da decolagem.Precisamos tomar uma atitude.Passagens caríssimas,tarifa de 80,00 por volume se deixarmos para pagar no balcão,assentos desconfortáveis e por aí vai…Vergonha!!!

  9. Andrews Richard

    Mês passado fiz um voo de Guarulhos para Lima no 320. Originalmente seria o 767 porem mudaram. Agora pense, 5 horas naquelas poltronas horríveis, apenas um banheiro porque o da frente só para “assento conforto” e só tinha um atras. E ainda serviram um pão frio com queijo. É de matar. Cada vez pior.

  10. Arthur

    Cmte.Rolim se revirando no tumulo nesse momento, lamentável

  11. Flavio

    Eu fiz BSB x PUJ (Punta Cana) em uma porcaria de 320 velho, apertado e que ainda atrasou! 07:15hs de terror!!!!

    Depois desse vôo (e outra péssima experiência GIG x SCL xMDZ) tomei a decisão de só voar LATAM em extrema necessidade e não mais pontuar Multiplus.

  12. Andre

    A Latam é assim,pra cá pro Norte só poe os aviões velhos e sucateados!
    Já cheguei a voar de belem pro Galeão num A319,aviao todo remendado,fazia um barulho da porra e o ar não esfriava!

    • Beatriz

      É verdade! Teve uma época que eu saía do Rio toda 4a feira para dar aula em Belém à noite e os aviões eram bem ruinzinhos.

  13. Marcelo

    Virou lixo. Único jeito e ninguém voar com eles.

  14. Murilo

    “Há cinco o anos atrás haviam”… Ah, uma gramática…

    • Beatriz

      Nossa, que vergonha! Já consertei! Aproveite e conserte o seu comentário tbm! 😉

  15. Ricardo

    Há cinco anos ou Cinco anos atrás. 😉

  16. Ricardo

    Os aviões “velhos” são os mesmos que tinham a classe executiva. A diferença que mudaram a configuração!

  17. Lenin

    Se esta tāo ruim assim, e so boicotar, ninguem viaja com a Latam, so assim para eles trocarem o modelo de aeronave nessas rotas mais longas

  18. Lucas

    Mas se a aeronave tem capacidade de operar nessa distância, operacionalmente falando, ela pode colocar sim… Não é porque é um voo internacional para os EUA que tem que ser só widebody… E isso não é menosprezo ao povo de Belém, é a operação e adequação da malha. A falta da Premium Business é um problema, bloquear o assento do meio não é a mesma coisa que um assento que reclina 180° e isso a Latam deixou a desejar, já que poderia cobrar mais barato por isso.
    Agora o fato de utilizar uma aeronave menor, não quer dizer nada, a Gol faz GRU-SDQ-MIA de 737-800 e está lá linda e bela, não dá pra comparar o 737 com o 777 e mesmo assim ela faz e tem pessoas que pagam e não reclamam, inclusive sai cheio.
    Avianca faz GRU-BOG com A320 e agora vai começar GRU-SCL com A320 também (claro que o conforto da Avianca é outro nivel).
    A Copa faz POA-PTY com 737-800, quer um voo maior que esse? E é operado com um narrowbody.
    O que estou tentando dizer é: o tamanho da aeronave não interfere em nada, se não quer viajar em um A320 na BEL-MIA, viaje até GRU e vá de 777, 767, 350, 330… São facilidades… Talvez o 767 que usavam lá em BEL dava mais retorno em outra rota.

    • Beatriz

      Sim, Lucas. A troca de aeronaves deve ter ocorrido em função da ocupação. A questão é colocar uma aeronave que é utilizada em percusos mais curtos, sem alteração da config da cabine. Quer usar um narrow body para medium-haul flights? Prepare-o para isso. Os A320 da LATAM sequer tem forno funcionando para a Y. Imagina 6 horas voando sem uma refeição quente e pagando caro por isso? É duro … O pior é a LATAM dizer que a experiência de voo é a mesma.
      Isso tudo com a LATAM tendo isenção fiscal do governo do Pará …

    • Carlos

      e voce e empregado da Latao, nao e.

  19. Diego Alves

    Meu Deus, quanto mimimi. Façam o trajeto LHR GIG num KC130 sentado equipado num banco de lona. Se quisemo-nos ar condicionado era só pedir para abrir a rampa traseira … por favor.

  20. Thamiris Prado

    Que lixo! O preço para este trecho é praticamente o mesmo preço de GRU ~ Miami . Se estão reduzindo custos, colocando avião com característica doméstico e valor deveria ser proporcional!
    Já fiz manaus ~ Miami pela América Airlines e foi o pior voo que já fiz, atendimento péssimo dos comissários, banco duro!
    Minha próxima viagem será em novembro saindo de Belém, comprei pela tam porque haviam comentado que este voo era melhor, já me arrependi de não sair de gru!
    O serviço de cia aérea no Brasil ainda precisa evoluir é muito!
    Preços altíssimos, serviço péssimo!
    Preciso de concorrência ficada em custos e qualidade!

  21. Fernando

    Depois que os
    Chilenos compraram a qualidade caiu é fato claro, lanches acabaram ate cobrando ja estao, as bagagens tb estao cobrando e o preco ao inves de avaixar aumentou, e se reclamarmos vai piorar mais ainda! A busca por lucro a qualquer custo continua ate pq a lan comprou pq tava falida, 2 quedas de aviao nao sao faceis! Na historia da aviacao toda empresa que teve um acidente aereo fechou as portas a tam praticamente fechou e abriu de novo 🤔

  22. FRANCISCO GOMES

    Um absurdo que fazem com os passageiros. Depois que virou LATAN deveria mudar de nome : LATÃO. Sem mais comentários. O governo deveria abrir para outras companhias, voo de Belém para Miami. Já não viajo mais essa rota e nessa companhia

  23. Renato

    Galera, utilizei Avianca entre GRU e CWB, viagem de 50 min, o A320 deles para uma viagem curta foi um dos melhores que eu já viajei, espaço muito maior e lanche ótimo, além do excelente atendimento, e ainda colocam no bolso esse sistema de Entretenimento da Latam. Já viajei mto nesses A320 da Latam, não tem comparação com a Avianca. Se eles (Avianca) se importam com o conforto dos passageiros em um vôo de curta duração, imagina um vôo mais longo. Tenho gostado da Avianca, espero que cresçam dentro do Brasil enxergando essas oportunidades abertas pela Latam, pois oferecem muito mais que Latam e Gol juntas.
    Avianca, venha para Campinas também!!!

    • Beatriz

      A Avianca está com planos de expansão, Renato. Tomara que ela aumente bastante a malha doméstica e internacional para termos um verdadeiro regime concorrencial.

      • Renato

        Tomara, poque eu gostei muito de voar com a Avianca, já tenho outras passagens compradas com eles, mas em CGH. Moro próximo a Viracopos, seria excelente voar Avianca em Campinas.

  24. Davi

    Vou expressar minha opinião já que acompanho o mercado de aviação há alguns anos.

    Inicialmente eu não entendo qual a queixa referente a serem “aviões pequenos” ? É verdade que o A320 é menor do que o B763 sim, mas se compararmos com o A321 por exemplo, os dois possuem praticamente a mesma capacidade de passageiros e o A321 nada mais é do que um A320 mais extenso. Tamanho de avião não define conforto, se fosse assim os E195 da Azul seriam os mais desconfortáveis entre as 4 grandes empresas e quem já viajou sabe que isso não é verdade.

    Sobre o que está escrito na matéria: “Fazer um voo de 6 horas com o mesmo tipo de avião que faz SP – Rio”. Até o 773 (Maior avião da TAM) faz SP – Rio as vezes, se for assim a empresa pode argumentar o oposto tb: Pq usar o 767 num voo de apenas 6 horas se podemos colocá-lo num voo para Europa ou África com mais de 10horas de duração?

    É simples entender pq mudaram de aeronave: O voo não estava com uma demanda que justificasse um 767 na rota. A empresa vai fazer o que? Existem duas opções, ou cortam o voo, ou começam a opera-lo com aeronave menor.
    São tão poucas opções de vôos ligando o norte aos estados unidos direto (sem passar pelo eixo Rio – SP). Apenas mais um voo da TAM saindo de Manaus e outro, TB saindo de Manaus de AA, mas esse operado pelo A319.

    Minha opinião a respeito do uso do A320 nessas rotas: A Tam possui uma quantidade grande de aeronaves desse modelo, alguns mais velhos e desconfortáveis e outros novos, com assentos slim e bem mais confortáveis. Talvez a única preocupação do responsável da malha deveria ser colocar as aeronaves mais novas para essas rotas mais longas.

    • Beatriz

      Sim! E com o forno funcionando para os passageiros da Y!

    • Aderson

      Quando ler as reclamações, substitua “aviões maiores” por “aviões com configurações mais confortáveis”. Resolvido.

  25. Priscilla vieira

    Estou extremamente preocupada com isso. Tenho vôo bel-mia em setembro. Alguem sabe dizer se ainda continua a mesma coisa?

  26. Iza Mara

    Vergonhoso… Uma empresa servir assim os voos que saem de Belém. Antes eu notava as aeronaves velhas, em péssimo estado de conservação, nos voos domésticos. Mas agora, até os internacionais? É muito desprezo aos clientes da região norte. Na qual, todos os voos, seja p onde for estão sempre lotados. O jeito é procurar outras companhias.

  27. Valdir

    A latam tem piorado muito,já consegui-o ficar pior que a gol ,não sei se já consegui-o ficar pior que a azul (Esta e não uso)

  28. Neila Leal

    Nós, consumidores, temos que “colocar a boca no mundo” e nunca mais voar com quem não nos respeita! Eu faço isso! Por exemplo, com a tal de American Airlines não viajo nunca mais! O atendimento é o fim da picada! Um lixo!! Tratam os brasileiros como indigentes!! Que nojo!! A Latam, pelo visto, está indo na mesma pegada!!! Vai ver que para participar da tal Oneworld o requisito é tratar passageiro como lixo!!!

    • Ricardo

      Vá ao WC de um avião saído do Brasil com destino aos EUA quando faltar 1 hora para a aterrisagem. Aí vc vai descobrir por que os brasileiros são tratados como indigentes.

      • Carlos

        brasileiro tem total desrepeito ao proximo. Falta de educacao e sublime.Tenho que educar todo brasileiro que vem a minha casa na Florida; nao jogar lixo na rua, dar gorjeta de 20%, e nao 2% em restaurantes, PARE significa PARE, respeitar as linhas da pista, say thank you and please, coisa rara no Brasil, so porque o black esta de Mercedes nao significa que e motorista, rarissimo aqui, etc etc.

  29. William

    Os povo de Belém tem é que agradecer de terem um voo direto até Miami sem ter de fazer conexão em SP. E corrigindo o voo dura 5h30. Voo tranquilo, não lota, atendimento nota 1000. Recomendo!
    Tem muita gente aqui que come repolho e quer arrotar caviar….

  30. Bruno F.

    Uma rota densa como BEL/MIA, jamais poderia ser operada por um A320. Se ainda fosse o A321, minimizaria ainda o problema. Embora o ideal seja, de fato, o B767 para esta rota. A LATAM realmente vai de mal a pior…

  31. Geni de Paula

    Ano passado compramos passagens de Belém para Miami, pagamos mais caro por voos diretos BEL/MIA – MIA/BEL, e alteraram nosso voo, nossa volta veio com conexão em BSB, totalizando mais de 17hs para chegar ate belém, conexão de 05hs em BSB, ao questionarmos que não qeriamos esta opção por estarmos com criança e termos escolhido os diretos, a resposta da Latam foi muito clara, ou isto ou solicite seu reembolso, já estávamos com todos os outros itens pagos, hotel/carro/passeios, e 01 semana em Toronto…fácil para eles dizerem, ou isto ou nada, quem paga pelos outros custos…Latam esta sim com um nivel muito baixo de serviços oferecidos aos seus consumidores. Infelizmente nao temos muitas outras opções…

  32. Jefferson Rocha

    Realmente foi uma decepção a troca da aeronave, não pelo tamanho mas pelo desconforto delas. Há dois dias voei GRU-BEL, quase 4h de voo e foi um sacrifício, imaginem 6 horas e meia. Já voei MAO-MIA-MAO no 767-300 e só fiz elogios. Sem dúvidas foi uma grande perda para os clientes haja vista que as passagens continuam o mesmo preço e até mais caras mesmo com a troca do equipamento. Estou pensando seriamente em voltar a Miami por GRU ou GIG.

  33. RICARDO MENDES ROGERIO

    Entendo os comentarios e reclamacoes postadas, porem se o A320 tem autonomia para operar uma distancia de 4.500km entre Belem e Miami!! ou seja, o equipamento utilizado neste voo ‘e totalmente normal!!
    fiz um voo entre washigton a las vegas com minha esposa, duracao do voo 05 h 50 min, nao serviram nem agua, voo united , equipamento boeing 737, sem escalas!! nos EUA , ‘e normal uma aeronave destas fazer voo de 06 horas, sem parada!! no brasil tudo tem que parar em brasilia ou sao paulo!!! pais de terceiro mundo!!!
    !! so o fato de ter um voo para o territorio americano partindo de belem ja esta bom demais!!

    • luiz

      Comparar qualquer linha aérea com as americanas é vitória na certa. Quero ver comparar com empresas de verdade tipo uma Qatar ou Cathay Pacific.

      • Carlos

        verdade.. Moro nos EUA a 42 anos e se tem uma verdade e nao compar os carregadores de gado dos EUA com nenhuma outra.

  34. Hoan Andrade

    A TAM subiu junto com o PT, por isso da cor vermelha e alguns integrantes do partido são sócios dessa companhia…com a queda do PT, não teve outro jeito a não ser fazer fusão com a LAN e criar LATAM, não teria como fazer concorrência e com isso queda nos vôos e no serviço dessa companhia.. queda na qualidade prestado por essa companhia áerea

  35. Hoan Andrade

    Só de saber que eu já viajei em voo DOMÉSTICO de Manaus (MAO) para São Paulo (GRU) fazendo esse trecho 2x num Airbus A330, onde tinha bastante conforto e classe executiva…até pouco tempo atrás nessa rota eram destinadas aeronaves Boeing 767 e Boeing 777, agora em voo internacional ate mesmo saindo de Manaus para Miami, além de ser apenas ao sábados e retorno no Domingo, ainda com um Airbus A320…Que queda de qualidade no transporte aéreo dessa LATÃO…Se duvidar as aeronaves da GOL ainda estão com mais conforto, por outro lado, a azul com preços cada vez mais caros….complicado…

  36. Hoan Andrade

    Só não entendo o por que de ser uma aeronave A320 e não um A321 que faz linha até mesmo MAO-BEL ? E se a companhia possui A320 já velhos, por que a companhia não continuou com alguns modelos A330 para essas ocasiões já que estes modelos não foram substituidos na mesma proporção que a inclusão de um número similar de aeronaves A350 para substitui los?

  37. Ana

    Muito ruim nesse último voo que fiz Miami BELÉM dia 08/11 nem serviço de bordo houve pois foi suspenso por causa que aeronave estava balançando muito pois só com vento o A 320 balança

    • Jack Meeoff

      Aninha não sei se você sacou uma coisa, mas o avião, ele voa né? Então ele interage com vários elementos na atmosfera, tipo o vento – chocante né?

      Turbulência que se define como “o escoamento do ar em turbilhão ao longo da asa do avião”, acontece em qualquer aeronave, não importa o tamanho.

      O link abaixo é de um voo entre Tokyo e Dallas em um 777-200 (faz um Google para que possa visualizar o tamanho desta aeronave). Neste voo, a refeição havia sido servida, porem pratos e copos quebraram ao cair no chão.

      Não é só um A320 que o vento balança 😉

      https://www.youtube.com/watch?v=z_AvKfoVfv8

  38. Marcelo

    Fiz esse voo 8092 levando um bebe de colo. Sou conhecedor de assuntos de aviação e não há como comparar a economy class do B767 com o A320, sem falar que a duração do voo aumentou em torno de 50′ a 1h. Mas o pior foi após 6:30 dentro do avião, ainda ter que passar mais de 1h e 30′ na fila de imigração, com uma criança cansada. A despeito da necessidade da rigidez na avaliação pela segurança, deveria haver pelo menos uma fila prioritária. Havia idosos na mesma situação. Enfim, também temos que analisar o ponto de vista da viabilidade da rota, pois o voo que fiz não tinha nem 70 % de assentos ocupados e fiz com B767 na mesma situação e que possui custo operacional mais elevado, sendo que obtive a informação de que essa perda foi decorrente do fato de dividirmos a operação dessa aeronave com um voo oriundo do GIG e que foi descontinuado (fazia GIG-MIA, MIA-BEL, BEL-MIA e enfim MIA-GIG). Só nos resta torcer para que com o inicio das operações da Azul em belém com destino a Fort Lauderdale aqueça a concorrência e vislumbremos melhoras.

  39. Jack Meeoff

    A única diferença entre a distancia de assentos viajando em econômica de um 767 a um A320 é de uma polegada (2.54 cm). A largura das poltronas segue a mesma (18 polegadas = 20.32 cm).
    Verifiquem vocês mesmos: https://www.seatguru.com/airlines/LATAM_Brasil/TAM_Airlines_Boeing_767-300.php
    https://www.seatguru.com/airlines/LATAM_Brasil/TAM_Airlines_Airbus_A320_V3.php

    O fato que um A320 sim, é menor, isto gera uma sensação que tudo ficou mais estreito. A distancia e largura de uma poltrona à outra é a mesma em classe econômica qualquer que seja a aeronave. “Classes” para companhias aéreas são produtos, como uma peça de roupa tamanho único, que toda a frota veste.

    Há uma grande diferença entres poltronas em classe Premium, já que em um 767 se reclina 180 graus, ao contrario do reclino “lazy-boy” em um A320.

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén