viaje bem, viaje longe, viaje barato!

Programas de Milhas, Programas de Milhas

LATAM Fidelidade em apuros?

O LATAM Fidelidade fez duas alterações importantes em seu programa, facilitando a aquisição de status pelos seus passageiros frequentes.

A primeira refere-se ao Black Signature. Até recentemente, uma das exigências eram 120.000 pontos exclusivamente voando LATAM  com 12 trechos em cabine superior. Agora, esses 120.00 pontos podem ser acumulados via voos LATAM ou com as parceiras Oneworld, e com 12 trechos especiais.

A segunda, é que ao invés dos 40 trechos LATAM exigidos para ser Platinum, agora são necessários apenas 24. Mas a informação que consta no site da LATAM não é nada clara:

Aparentemente, quem já voou 24 trechos antes de 06.10 já receberá o status Platinum imediatamente. Mas o fato é que essas mudanças que acontecem sem aviso, no meio do ano civil, que é o prazo de qualificação, são terríveis, pois confundem mais do que esclarecem. Pelo menos nesse caso, a alteração é benéfica.

O status Platinum no LATAM Fidelidade equivale ao Safira na Oneworld, que garante acesso aos lounges de classe executiva das parceiras, independentemente da classe voada.

São duas alterações importantíssimas que sinalizam que o LATAM Fidelidade está perdendo espaço pro Smiles que, nos últimos tempos e apesar dos pesares, vem dando um baile no Fidelidade em termos de promoções, facilidades para aquisição de status, interface amigável do site, app funcional para smartphone etc.

22 Comentários

  1. Diego Araújo

    Claro que está perdendo… que diferencial a Tam tem oferecido em relação a GOL? nada, Adeus Comandante Rolim, Latão é minha ultima opção SEMPRE!,

  2. Guilherme

    Eu vejo essa jogada do Platinum como uma jogada de mestre. Essa historia de trecho voado significa que quem vai se beneficiar com isso sao os passageiros que voam domestico com a LATAM. Sabe o beneficio que alguem voando domestico tem com esse cartao? Espaço mais de graça, só isso. Pra LATAM nao custa nada ter um mt de platinum voando dentro do Brasil.

    • Beatriz

      A bagagem também, Guilherme. Mas vc tem razão: o foco é para passageiros corporativos em voos domésticos, setor que a Gol está ganhando de lavada da LATAM.

    • Kleybsonn

      Acredito que tenha resgaste diferenciado também.
      Ou estou errado ?

      • Phillipe

        Dizem haver um resgate diferenciado, mas nunca consegui encontrar qualquer passagem emitida com pontos que não fosse exatamente igual ao oferecido a um cliente sem status. De qualquer forma, outro benefício excelente do platinum que poucos conhecem é que o passageiro pode postergar o voo por até 3h sem custo algo, desde que haja algum voo disponível nesse período. Eu faço muito rio-sp e poder “perder o voo” sem dor de cabeça é um alívio bem grande.

        • Beatriz

          Interessante a regra de postergação do voo, Phillipe. Quanto ao resgate diferenciado, conheço histórias bizarra. Amigo que é Black Signature me contou que a tabela estava mais alta para ele do que para uma outra pessoa sem status. Verificaram simultaneamente em computadores diferentes.

          • Leonardo

            Beatriz, o resgate diferenciado existe sim. O máximo que a latam cobra na tabela diferenciada em qualquer vôo nacional é 25.000. Para os demais clientes é 35.000. Já ocorreu uma vez comigo a mesma situação que ocorreu com seu amigo, entrei em contato com a Latam e eles emitiram pelo menor valor apresentado.

      • Beatriz

        Sim, tem razão, Kleybsonn.

  3. Cristiano Andrade

    Acho que eles perceberam que ficaram para trás e estão tentando corrigir.
    Quem voa internacional em Business não escolhia mais a Latam, seja pelo serviço inferior, seja pela pior relação acúmulo/resgate do Latam Fidelidade. Mesmo com o devaluation da AA, ainda vale mais a pena voar de AA (cabines melhores, serviço melhor, acúmulo melhor…), ou então com a opção de Star Alliance.
    Em vôos domésticos Gol/Smiles tem melhor serviço e qualificação mais rápida, aliás a Latam tem a menor distância entre as poltronas entre as 4 no país. Pessoalmente só prefiro Latam a Avianca (tive vários atrasos e outros problemas com a Avianca), assim foco em Gol ou Azul (serviço e conforto, apesar de achar ambos programas com muito a desejar).

    • Beatriz

      Eu só voo business da LATAM com aquelas promos pra Europa por menos de R$ 5.000,00. Aí eu vejo vantagem.

  4. No site da LATAM consta que para upgrade e manutenção do status só conta voos da LATAM em classe superior. Liguei hoje para a empresa e desconhecem que voos da oneworld sirvam para tal como noticiado. Podem mandar o comunicado oficial da LATAM?

  5. Cristiano Andrade

    Agora se eles quiserem que mais gente migre, eles tem que pensar num programa de status match, seja com challenge como as americanas fazem, seja match direto como a Azul (tem uma página para isso) e Smiles (via twitter parece que funciona) fazem. A Avianca chegou a fazer também…

    • Beatriz

      Cristiano, eu acho esquisitíssimo que o LATAM Pass só dê status match para pax Oneworld. Se a gente pensar bem sobre isso, é predatório em relação às parceiras. American, Delta e United só fazem status match (na realidade, status challenge) para clientes de outras alianças.

      • Henrique

        Fiz match com o LATAM Pass usando o TudoAzul. Fizeram o match sendo que em momento algum questionaram o fato da Azul não ser Oneworld ou não ter aliança.

      • Cristiano Andrade

        o problema que o Latam Pass faz match, o Latam Fidelidade não faz.. bizarro

  6. Daniel

    Prezada Beatriz,

    Larguei há alguns anos a LATAM e, por mais que alterem regras, NAO RETORNAREI…

    Nem falarei do lamentável atendimento, mas de outras questões:

    (a) desejam que eu faça meus trechos domésticos com eles? MAS AS MEDIDAS DE MALAS DE BORDO DA LATAM SÃO MENORES QUE A DA GOL…. quem tem uma Rimowa de bordo tem de despachar na TAM mas não na GOL…

    (b) FECHARAM SALAS VIPs DOMÉSTICAS, enquanto A GOL ABRIU SALAS VIPs domésticas…

    (c) espaço entre cadeiras MENOR QUE DA GOL…

    (d) vendem o pseudo assento conforto na primeira fila e na saída de emergência; mas os BINS DA PRIMEIRA FILA SÃO OCUPADOS PARA A TRIPULAÇÃO… enquanto isto, GOL e AZUL separam os Bins das primeiras filas apenas para os assentos confortos…

    ENFIM, LATAM ESCOLHEU UM CAMINHO DE BUSCAR SER LOWCOST E AGORA COMEÇA A PAGAR O PREÇO POR TAL… enquanto isto, a GOL (quem diria!) investiu em conforto e ganha o cliente (eu mesmo pago a mais mas voo de GOL em rotas domésticas… internacionais, há anos, nenhuma cia nacional!).

    Que assistamos de camarote, rindo da queda do movimento, PARA QUE SIRVA DE EXEMPLO À LATAM E ÀS DEMAIS COMPANHIAS…

    Recordo-me de um post recente da Beatriz relatando como a DELTA seguiu tal caminho e, a este tempo, muda totalmente a política…

  7. Marcelo

    Beatriz, uma dúvida “básica”: se eu me tornar PLATINUM neste mês ou até o final do ano, até quando duraria tal status?

    Apenas neste ano de 2017?

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén