viaje bem, viaje longe, viaje barato!

LATAM

LATAM Repassa 4 A350 para a Qatar Airways

Gente! O site Airways publicou que a LATAM está repassando 4 aeronaves A350 para a Qatar (que tem 10% da LATAM).  Segudo o Airways. a LATAM já retirou alguns das rotas Miami e Milão, e está fazendo revezamento com os ultrapassados B777 na configuração da cabine da executiva na rota para Paris (leia aqui um post com a avaliação dessa aeronave da LATAM).

Com essa mudança, apenas Madri permanece servida pelo A350.

A LATAM informou que receberá 4 novos aviões em 2018 e nada mais disse.

Vocês sabiam disso?

7 Comentários

  1. José Carlos

    Ultrapassados B777??? Vocês só podem estar de brincadeira… se não entendem absolutamente nada de aviação, façam o favor de não escrever tais asneiras.

    • Beatriz

      Ultrapassados na configuração da cabine da executiva, José Carlos. Como é a primeira vez que você passa por aqui, sugiro que você dê uma olhada nas avaliações do B777 da Cathay, Air France, Japan Airlines e American Airlines em contraste com o B77 da LATAM.
      Mas como não ficou claro para você, eu imagino que não deve ficar claro para outras pessoas que acabaram de chegar. Vou retificar para que outros não me interpretem equivocadamente.
      Mas saiba que esse é o primeiro e último post que você vai ser grosseiro comigo. Aqui não, violão.
      Esse espaço não pode ser confundido com a caixa de comentários do G1. Nesse blog a falta de educação e cordialidade comigo ou com os demais leitores não é bem-vinda.

    • Daniel

      Que isso!!!

      São B777 ultra-modernos, com uma configuração 2x3x2 que sequer reclinam 180º!!! isto para não falar do serviço….

      Ultrapassados mesmo são os 777 da AA, Etihad, Cathay Pacific e outras companhias, com configuração 1x2x1… e serviço ruim mesmo é o da Etihad, Qatar e outras…

  2. António Florencio

    Concordo plenamente com Beatriz. Os 777s da Latam não são nada confortáveis e estão com seus interiores cansados. Viajei em executa no A350 e considerei fenomenal. Por fim, os 767 são bem melhores que os 777.

    • Beatriz

      Antonio, estou tentando conseguir data pra testar o A350 da LATAM, mas minha agenda de trabalho tá complicada …

  3. Daniel

    Cara Beatriz,

    Tirando o comentário de passageiro que adora viajar LATAM “pois lá falam português”, acho válido citar algo de considerável importância sobre tal voo: o índice de cancelamento.

    Tomemos, por exemplo, o voo para Milão, JJ 8062.

    Entre os dias 26/12/2016 e 14/02/2016, ou seja, menos de dois meses, deparamo-nos com 05 (cinco) cancelamentos. Isto para não contar os 09 (nove) dias em que saiu apenas na manhã seguinte, em que pese programado para decolar às 22:35hs (atraso médio de 12 horas).

    Das duas uma: ou a LATAM não estava conseguindo manter a qualidade da manutenção, pois se trata de uma aeronave novíssima, ou de fato não está conseguindo a operar de forma devida visto que, em menos de 50 dias em quase um terço o voo atrasou aproximadamente 12 horas ou foi cancelado.

    E agora se tornou moda cias estrangeiras se tornando “sócias” das “brasileiras” (pois a LATAM está mais para chilena que nacional) e passarem a ter transferidas aeronaves novas desta, vide o que ora se passa com os A350 da LATAM e o que ocorreu com os A350 da AZUL.

    Apenas com aeronaves mais “fracas” (no sentido das péssimas configurações em executivas), tendem as “nacionais” a perderem clientes da business para as estrangeiras… e depois reclamarem da queda de movimento, pedindo alterações na legislação.

    OBS: refiro-me apenas às business… até porque tal site possui um foco em tal serviço. Aos que forem elogiar o 777 pela animal class, há site por aí que “enxerga” promoção todos os dias e que adora elogiar tal (e tudo) por lá.

    • Beatriz

      Não sabia desses atrasos e cancelamentos da rota de Milão; 1/3 é um percentual altíssimo, completamente fora do padrão. Mas eu acho que só faz sentido ser problema da manutenção do A350 se os voos de Madri também estiverem sendo afetados. Não sei se é um ajuste por conta da alteração de aeronave, mas é preocupante mesmo.

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén