Londres é uma das cidades mais pulsantes do mundo e está entre as minhas top 5.  Tradição e contemporaneidade convivem de forma harmoniosa e surpreendente na capital inglesa, que abriga algumas das maiores atrações turísticas do mundo. Londres é uma cidade para ser visitada e revisitada.

Notting Hill

Título de filme, Notting Hill consegue manter sem grande esforço o charme pelo qual chamou a atenção do mundo todo. O bairro tem ruas de paralelepípedo, uma variedade de bairros, lojas independentes, galerias e vendedores de rua.  Os turistas não podem deixar de visitar o Portobello Road Market aos sábados, o maior mercado de antiguidades do Reino Unido.

South Kensington

Com fachadas repletas de plantas, uma fileira de casas brancas bem ao estilo Mary Poppins e praças que são verdadeiros jardins de tranquilidade, não é difícil reconhecer os encantos de South Kensington. Há parques como Hyde Park, Holland Park e Kensington Gardens. Assim como várias atrações do “Quarteirão dos Museus” que são ótimas para as crianças (e muitas são grátis!). E não podemos nos esquecer de grandes atrações como o Royal Albert Hall. Não há como não apreciar os charmes da região – é tudo ali bem pertinho e fácil de chegar. Embora seja reservado e residencial, o bairro também é acolhedor e cosmopolita.

Chelsea

Na zona oeste de Londres, Chelsea é cheia de lojas e conta com uma excelente variedade de restaurantes e casas noturnas atraentes. A King’s Road é incomparável para quem gosta de observar as pessoas e fazer compras de luxo, mas qualquer uma das ruas perpendiculares à King’s Road revelará um lado mais calmo de Chelsea. Aqui, o imponente Royal Hospital abriga a famosa exposição anual de flores, e o Rio Tâmisa corre tranquilamente, com o verdejante Battersea Park e sua Peace Pagoda na outra margem.

Knightsbridge

Para saciar a vontade de fazer compras, poucos lugares na cidade se comparam à Brompton Road e suas ruas transversais repletas de butiques, incluindo a mundialmente famosa Harrods. Knightsbridge e Belgravia  são os bairros dos bilionários russos e do dinheiro antigo da Inglaterra. Aqui você encontra alguns dos pubs mais acolhedores da cidade, os jardins mais tranquilos e todos os tipos de comércio e lojas independentes que valem a pena conhecer. Para fugir um pouco das compras, conheça o Hyde Park e Kensington Gardens. Alguns dos museus mais populares da cidade, como Victoria and Albert Museum, estão nos arredores.

Belgravia

Em Belgravia, você encontra a grande maioria das embaixadas e residências de diplomatas em Londres. A sofisticada área também apresenta diversos hotéis de luxo, restaurantes finos e algumas das ruas mais agradáveis para passear na cidade. Para quem não se espanta com preços, a famosa Sloane Street abriga lojas de alto luxo. O Hyde Park e os Jardins do Palácio de Buckingham estão a poucos metros de distância, ao norte.

Pimlico

Amplamente residencial e ordenada ao lado do Tâmisa, Pimlico conta com pubs pitorescos, beleza arquitetônica sutil e butiques locais. Aqui, os amantes da arte vibram ao visitar Tate Britain, uma galeria de nível internacional, com um acervo de obras de arte britânicas que datam desde 1500 até hoje. Para quem procura um pouco de sossego às margens do Tâmisa, Pimlico é altamente recomendado.

Westminster

Se você tivesse apenas uma tarde para conhecer Londres em geral, Westminster seria o lugar ideal para começar. A concentração de pontos turísticos impressiona: Houses of Parliament, Westminster Abbey e Buckingham Palace. Para chegar à Trafalgar Square e à Coluna de Nelson, basta subir a rua. A região também abriga parques famosos, como o belo St James’s (possivelmente o parque mais adorado de Londres), o extenso Green Park e os caminhos arborizados para pedestres ao longo do rio, que mostram a delicadeza do trabalho dos jardineiros ingleses.

St James’s 

Sempre elegante desde o tempo de Henrique VIII, a aristocrática área de St James’s abriga diversos clubes privativos e é um dos principais destinos para artigos de luxo e design exclusivo. A Clarence House, onde o Príncipe Charles mora, é aqui e é possível fazer visitas em alguns dias da semana.

Mayfair

Situado próximo a alguns dos melhores parques de Londres e com galerias de nível internacional, hotéis de luxo e ruas famosas, o refinado bairro de Mayfair é um dos lugares mais exclusivos da cidade. Aqui, as lojas são de alto luxo, os restaurantes são requintados e a vida noturna não para nunca. Não deixe de passear pela Bond St, fotografar o Marble Arch e visitar a Saville Row, a rua dos alfaiates.

Marylebone

Marylebone tem uma localização privilegiada: entre o extremo nordeste do Hyde Park e o extremo sul do Regent’s Park. Além disso, a área conta com várias estações de metrô nas proximidades. Aqui fica a meca das compras Oxford Street com as gigantescas Marks and Spencer e Denbenhams. Se você é fã de Sherlock Holmes, você não pode deixar de ir a Marylebone e passear na Baker Street.

Fitzrovia

Esta área sofisticada e ponto de encontro no centro de Londres é o paraíso dos consumidores, oferecendo a última moda, acessórios e lembrancinhas. Fitzrovia situa-se convenientemente entre as principais lojas de Regent Street, a oeste, e Tottenham Court Road, a leste, com diversas estações de metrô no meio para facilidade de transporte. O bairro também é um dos preferidos entre os amantes da boa culinária, com um número impressionante de ótimos restaurantes, pubs, cafés e lanchonetes disputando sua atenção, especialmente ao longo da Charlotte Street e perto da Goodge Street Station.

Soho

O Soho abriga vários teatros de nível internacional e uma atraente diversidade de cafés, restaurantes, pubs, bares e clubes. No centro do Soho, você encontra o Red Light District original de Londres e o epicentro da cultura LGBT e, portanto, a vida noturna mais badalada da cidade. Para os entusiastas de compras, o Soho não só possui a maior concentração de butiques da cidade, como também é o lugar mais estratégico para visitar as lojas de departamentos mais famosas do mundo. Ao sul está Chinatown, com restaurantes deliciosos e preços acessíveis.

Covent Garden

Covent Garden é um dos bairros mais festivos da capital inglesa. O mercado local é parada obrigatória para uma refeição em um de seus inúmeros restaurantes. Há muitos artistas de rua e o ambiente geral é de muita animação. É um ótimo lugar para se hospedar.

Holborn

Bem ao lado de Covent Garden e perto do Soho, Holborn abriga uma variedade excelente de hotéis, restaurantes e lojas para todos os gostos e orçamentose é um ponto estratégico para explorar Londres.

Bloomsbury

Bloomsbury é um bairro aninhado no centro de Londres onde estão localizados o British Museum e a University of London. Muito frequentado estudantes, o bairro ainda conta com a agradabilíssima Russel Square. Se você é da área de medicina e saúde, não deixe de ir na Wellcome Collection, que abriga artefatos utilizados por médicos do mundo inteiro em diversas épocas. O British Museum é gratuito e tem uma coleção de múmias impressionante.

Camden

Situado no norte de Londres, Camden é um bairro para quem gosta de contracultura, com inúmeros pubs, restaurantes e bares que atendem pessoas descoladas. Com forte tradição musical, há inúmeras atrações noturnas para quem gosta dos mais variados tipos de música. O mercado de Camden Town é um dos mais visitados da cidade.

Clerkenwell

Devido à sua proximidade com o Smithfield Market, um antigo mercado de carne que continua funcionando até hoje, Clerkenwell abriga uma infinidade de restaurantes de renome mundial, ótimas lanchonetes locais e alguns dos pubs preferidos de Londres. Não é simplesmente um ponto de encontro para os amantes da boa culinária. Passe algum tempo andando pelo labirinto de ruas e talvez você se acostume ao desfile das belas modelos que circulam por entre as casas de moda de Clerkenwell. No entanto, em maior número estão os artesãos e designers, que recepcionam os visitantes em seus ateliês e showrooms.

London City

De posto comercial romano no passado até a área com o status de metro quadrado mais rico do mundo no século XXI, o bairro comercial, conhecido simplesmente como “The City”, é um dos bairros mais históricos e fascinantes de Londres. Nele, altas torres de escritórios, como a Gherkin de Norman Foster, se misturam a ruínas romanas e outros exemplos de maravilhas arquitetônicas de quase todas as eras, incluindo a gloriosa St Paul’s Cathedral e a Torre de Londres. A região também oferece os melhores restaurantes e os hotéis mais chiques da Europa, sem falar de um número mais do que razoável de pubs, lojas de alto nível e estações de metrô. Durante a semana, o bairro fica alvoroçado com executivos, empresários e pessoas ligadas a negócios. Já nos fins de semana, é um tranquilo refúgio para turistas.

Shoreditch

Parte oeste do instigante East End, Shoreditch é um paraíso sempre em voga para qualquer coisa relacionada à “rua”: arte, comida ou moda. Com várias opções de transporte ao longo do perímetro e uma crescente variedade de lojas, hotéis, bares e restaurantes, fica fácil explorar esse bairro direcionado ao público jovem e que acompanha as tendências. Uma atmosfera pós-industrial paira sobre Shoreditch, mas devido à fronteira com o sofisticado bairro comercial (“The City”), a influência do vizinho gera resultados fascinantes. Shoreditch é o bairro queridinho do momento na capital londrina.

Spitalfields

Para conhecer uma amostra da verdadeira Londres Georgiana e Vitoriana ou saber qual será a próxima grande tendência global, a zona hipster de Spitalfields pode proporcionar horas de admiração. O bairro é um paraíso em tempo integral para quem busca barganhas matinais nas feiras livres, para os amantes da boa culinária ou para festeiros em alguns dos bares e clubes mais populares de Londres. Próximo ao centro comercial conhecido como “Cidade de Londres”, ao moderníssimo Shoreditch e ao vibrante Whitechapel, as linhas que separam o tradicional e o contemporâneo se perdem nesse ponto de encontro histórico do East End.

Whitechapel

Seja qual for o motivo da sua visita, as ruas cheias de vida, as galerias de nível internacional ou os famosos restaurantes indianos, você ficará surpreso pelo toque cosmopolita único de Whitechapel. Já ficaram para trás os dias em que Jack, o Estripador, espreitava pelas ruas. Apesar do seu misterioso legado atrair multidões de curiosos em grupos de excursão para os becos atrás das casas e para as tranquilas praças, atualmente é mais provável que você encontre um fashionista moderno percorrendo as antigas ruas da área do que qualquer tipo de criminoso.

Southwark

Mesmo antes da icônica construção do Shard, a paisagem à margem do rio de Southwark já havia passado por grandes mudanças. Há tempos, tanto moradores como visitantes adoram passear pelas butiques da Bermondsey High Street, explorar as barracas repletas de iguarias do secular Borough Market (o paraíso dos amantes da boa culinária) e reunir-se às margens do Tâmisa para desfrutar de algumas das maiores atrações da Grã-Bretanha, como a Tate Modern e o Shakespeare’s Globe. Apesar de tantas atrações populares em Southwark, basta entrar em praticamente qualquer rua lateral para perceber uma calma instantânea. Se você prefere a agitação urbana, uma caminhada rápida por pontes famosas como a Millennium Bridge ou a Tower Bridge permite acessar o centro de Londres. Além disso, com a London Bridge Station como principal centro de transporte do bairro, é relativamente fácil atravessar toda a cidade (ou ir para qualquer lugar na Inglaterra).

Southbank

Grandes atrações, como a roda-gigante London Eye e uma cena teatral variada (que conta com o National Theatre e o Young Vic), são apenas algumas das muitas razões para o bairro Southbank ser uma parte tão apreciada da cidade. Com muitas atividades adequadas para todas as idades e espaços ao longo da margem do rio, os visitantes podem esperar sempre uma atmosfera alegre. Além disso, Southbank oferece a oportunidade para você relaxar e admirar uma vista panorâmica dos famosos pontos de interesse, como o Parlamento e a Saint Paul’s Cathedral, do outro lado do Tâmisa.

Espero que vocês tenham gostado das informações! Boas viagens!

Os mapas são do TripAdvisor.