As salas VIP se tornaram sofisticadas peças de marketing das empresas aéreas para oferecer um nível absurdo de conforto para seus passageiros, antes e depois do voo, que pagam milhares de dólares para voar em classe executiva ou primeira classe.

Mas, atualmente, você não precisa gastar uma fortuna para ter acesso às melhores salas VIP do mundo, também chamadas de lounges. Basta você ter status em programas de milhagem, mesmo voando em classe econômica.

Neste sentido, a Oneworld – que tem a LATAM, American Airlines, British Airways e Iberia como membros, dentre outras – é a mais generosa das alianças, pois permite aos passageiros frequentes do seu status top (Emerald) frequentarem as salas VIP de primeira classe mesmo voando em econômica em cias aéreas parceiras. Isso inclui aquela que é considerada a melhor sala VIP de primeira classe do mundo: a The Pier da Cathay Airlines em Hong Kong e também o lounge de primeira classe da Qantas em Sydney.

Qantas First Class Lounge SYD - Foto B Schlappig

Qantas First Class Lounge SYD – Foto B Schlappig

Entretanto, algumas cias aéreas só admitem passageiros que voam em primeira classe nos seus próprios aviões nos seus melhores lounges, como é o caso da Qatar (Al Safwa Lounge em Doha), Lufthansa (First Class Terminal em Frankfurt) e Air France (First Class Lounge em Paris).

Percebam o padrão: os melhores lounges das cias aéreas ficam nas suas cidades-base. É por que aqueles que não têm status em programa de milhagem mas têm meios de emitir passagens com milhas, devem procurar fazê-lo tendo como ponto de partida ou de conexão essas cidades, para que se possa aproveitar ao máximo o benefício das salas VIP.

E que benefícios são esses? Bom, cada sala VIP tem o seu!

O The Pier da Cathay Pacific oferece massagem grátis num ambiente elegantérrimo. O outro lounge de primeira classe da cia no mesmo aeroporto, o The Wing, tem as “cabanas” em que você pode relaxar num banho de espuma tomando champagne. Chato, né?

Cabanas at The Wing - Cathay Pacific HKG

Cabanas at The Wing – Cathay Pacific HKG

Já a Air France te proporciona um menu elaborado pelo Chef Alain Ducasse, considerado um dos melhores do mundo. Além disso, no desembarque, há um carro com motorista particular para te levar até o lounge.

Air France First Class Lounge CDG - Foto B. Schlappig

Air France First Class Lounge CDG – Foto B. Schlappig

 

A Lufthansa tem um terminal inteiro voltado para a primeira classe, cujo catering é oferecido pela famosa DO&CO. Para se ter uma ideia, eles tem um bar só de águas.  Além disso, você tem um carro de luxo à sua disposição para dar um passeio de graça, só pagando pelo seguro.

Lufthansa First Class Terminal FRA - Foto M Klimt

Lufthansa First Class Terminal FRA – Foto M Klimt

O lounge da primeira classe da Qatar em Doha, o Al Safwa, oferece quartos para dormir com TV e banheiro completo, o que é ótimo para conexões durante a noite. Além disso, eles oferecem um restaurante à la carte que funciona 24 horas por dia em que servem Krug, uma sofisticada champagne francesa que custa a bagatela de US$ 300 a garrafa no Duty Free e R$ 1.600,00 no varejo.

img_6854

Eu ainda não tive a oportunidade de experimentar o da Lufthansa – mas está nos meus planos resgatar milhas na primeira classe para isso, nem o da Air France – esse é mais difícil, pois só quem tem status na Air France ou quem compra um bilhete de primeira classe tem acesso. Mas em breve vou postar sobre os lounges que já estive e ainda tenho alguns bons lounges pra visitar em 2016. Aguardem!

Então, que tal começarmos a pensar em meios para vocês poderem desfrutar desses lounges?