viaje bem, viaje longe, viaje barato!

Avianca Brasil, Cias Aéreas Brasileiras

Passageiros da Avianca Brasil enfrentam caos em NY

Os leitores Alexandre e Fábio me recomendaram a leitura de uma reportagem na Veja sobre o problemão que os passageiros da Avianca Brasil estão enfrentando em NY. No final de semana, dois grandes acontecimentos consecutivos complicaram a vida de milhares de passageiros em Nova York: a nevasca, que provocou o fechamento temporário do aeroporto, e a inundação no Terminal 4 (onde a Avianca opera), que fechou o terminal.

Para os passageiros da Avianca, a situação é caótica. Além dos dois problemas mencionados, ainda houve o cancelamento de um voo devido ao problema em um banheiro. São 176 pessoas que estão esperando desde sábado pelo retorno ao Brasil. Uma passageira afirma que só após 30 horas de atraso é que a Avianca comunicou o cancelamento do voo.

A Avianca, por sua vez, diz que os passageiros serão embarcados em três etapas: às 18:30 de hoje (horário de NY), às 00:30 hrs de amanhã e os demais em até 48 horas.

No vídeo da reportagem, a funcionária da Avianca não dá qualquer previsão de embarque para os passageiros.

Para ler na íntegra, clique aqui.

5 Comments

  1. Henrique

    Avianca Brasil começou mal a rota pra NYC, pra dizer o mínimo. Lamentável.

  2. Daniel

    Serve de ALERTA: comprar bilhetes de uma cia que possui pouquíssimos aviões para uma ou duas rotas é um RISCO, pois carece de equipamentos para reposição…

    Na dúvida, fico com as cias maiores… até porque os preços da business Avianca beiram o ridículo.

    • Henrique

      Exatamente, Daniel. A AA e Delta tem preços melhores em vários dias!

      • Daniel

        Nem é apenas a questão de preços, os quais estão literalmente RIDÍCULOS (mais de 10.000 uma ida e volta a NYC)…

        Falamos de uma cia que possui pouquíssimas rotas internacionais. Uma aeronave não pode voar em uma rota um dia? Ferrou! Pois não tem aeronaves o suficiente para reorganizar emergencialmente a malha aérea…

        Na dúvida, prefiro cias maiores, inclusive a Avianca Internacional, que voa tanto para JFK como MIA com aeronaves A330 (não são incríveis mas, ao menos, são assentos cama).

  3. Marcos

    Beatriz, boa tarde! Primeiramente, parabéns pelo seu blog. O assunto é meio off-topic, mas vou tentar uma dica sua. No segundo semestre de 2016, fui sacaneado por uma mudança de voo causada pela Turkish Airlines, passagem comprada através da Decolar.com, onde meu voo de volta numa viagem round-trip foi suprimido pela cia. Na época, me falaram que ou devolviam o dinheiro, ou eu aceitava vir um dia depois ou um dia antes. Porém eu não tinha essa flexibilidade, precisava voltar no dia em que havia comprado a passagem e, por mais que eu tentei acordo, pedindo pra ser alocado em outro vôo na mesma data, não obtive vontade de ambas as partes. Fui forçado a pedir meu dinheiro de volta, comprando passagem em outra cia e pagando 2,5 vezes a mais do que tinha pagado no vôo da Turkish. Prometi que não ia deixar barato e ia exigir a diferença de volta no JEC + um dano moral. Porém o ano passado foi extremamente corrido pra mim e não me sobrou tempo pra ingressar com a ação. Estava pensando em fazê-lo agora… Você, como advogada, poderia me dizer se o prazo para eu ingressar no JEC com esse tipo de ação já teria expirado ou ainda é possível? Porque já vi tudo quanto é prazo… 1, 2, 3, 5 anos após o ocorrido e fiquei em dúvida. Obrigado!

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén