viaje bem, viaje longe, viaje barato!

GOL, Variados

Presidente da GOL: Cobrança de Bagagem Não Reduzirá Preço de Passagem

O presidente da GOL, Paulo Kakinoff, deu entrevista para o Estadão hoje, afirmando o que todos já sabíamos: que a cobrança pela bagagem despachada não significa que o preço das passagens irá cair.

Essa foi a história contada pela ANAC para a aprovação do Regulamento 400 (veja aqui a campanha da ANAC que afirma justamente isso): o preço da bagagem está embutido no preço da passagem; assim, retirando a bagagem, o preço passa a ser mais baixo. Quem tem um mínimo de conhecimento de economia e política não se deixou levar por esse raciocínio, por um simples motivo: as empresas aéreas não querem ser justas com os passageiros, elas querem aumentar os seus lucros de qualquer maneira.

Paulo Kakinoff afirmou que “(O consumidor) não vai comparar meu preço antes e depois da regra. Vai comparar o meu preço com o do meu competidor (no dia em que quiser viajar).” E arrematou: “A possibilidade de poder cobrar a mala não traz outra coisa senão a intensificação da competição. Cada companhia vai precificar o que cobrar da mala e se vai ou não cobrar.”

Minha aposta é que o preço das bagagens será ou idêntico ou muito próximo entre as cias aéreas. É só pesquisarmos o quanto cada empresa cobra por suas milhas/pontos: TudoAzul, Latam Fidelidade e Smiles cobram R$ 70,00 pelo lote de 1.000 milhas, apesar de as tabelas de acúmulo e resgate de milhas/pontos serem completamente diferentes nas três cias brasileiras.

O presidente da GOL ainda ameaça de devolver aeronaves e diminuir a oferta de assentos caso a situação econômica persista. Ele só esqueceu que o preço do combustível, que responde por cerca de 30% – 40% do valor da passagem, é o menor em muitos anos (leia aqui a matéria sobre o preço de combustível da Skift).

Para ler a entrevista no Estadão, clique aqui.

 

4 Comentários

  1. Daniel

    E tem site, de uns auto-denominados “GURU” (que se diga de passagem só se for de uma cia americana específica, a qual, mesmo estando com um péssimo programa de milhas, ele continua tentando influenciar seus leitores) que disseram na época que isto seria excelente!!!

    E tem gente que segue estes caras….

  2. Danilo

    Parece que tem informação desencontrada aí. Um outro site acabou de divulgar o contrário. E agora?

    • Beatriz

      Meu post se dá com base exclusiva na reportagem do Estadão a qual eu coloquei o link para os leitores acessarem e tirarem suas próprias conclusões.
      Além disso, acredito que o outro site interpretou equivocadamente uma afirmativa do presidente da GOL na matéria do jornal: “O executivo diz que, a bagagem grátis ou uma tarifa de despacho menor podem ser itens importantes na hora de conquistar a preferência do cliente”.
      Ele não fala em tarifa menor, ele menciona tarifa de DESPACHO menor.
      Creio que a resposta à sua pergunta esteja na matéria do jornal e no uso do seu bom senso em relação à política das empresas de aviação.

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén