Amigos, ontem a Qantas finalmente anunciou como será a configuração e os assentos de seu novíssimo Boeing 787-900. E a novidade é boa para nós: ao invés dos 270 assentos que as cias aéreas geralmente têm imposto ao gado aos passageiros, a Qantas vai colocar 236 assentos no avião, sendo 166 em econômica. Isso significa mais espaço. Segundo a cia australiana, será a configuração em econômica mais vantajosa do mundo para o B789. Palmas pra ela!

A aeronave vai estreiar a nova pintura da empresa.

screenshot-2016-10-27-09-23-38

Mas vamos ao que interessa: os detalhes do interior da cabine!

screenshot-2016-10-27-08-56-05

A cabine executiva contará com 42 suítes, em configuração 1-2-1, com todos os assentos com acesso ao corredor. Há uma divisória entre os assentos que pode ser levantada caso você não seja amiguinho do passageiro ao lado.

screenshot-2016-10-27-08-57-45

De acordo com a empresa, o assento terá cerca de 80″ quando em posição de cama (algo em torno de 2 metros) e largura de 60 cm, e poderá ficar reclinado no pouso e na decolagem. A tela de entretenimento terá 16 polegadas e haverá tomada para USB e PC.

screenshot-2016-10-27-09-06-20

Já os 28 assentos em econômica premium serão uma surpresa, pois a cia não divulgou imagens. Só sabemos que a configuração será 2-3-2 e que os assentos serão “revolucionários” – seja lá o que isso quer dizer.

Já a classe econômica será 3-3-3, ao invés das configuração 3-4-3 que tenho visto por aí.

screenshot-2016-10-27-09-17-33

A distância entre os assentos será maior do que no A380. Haverá iluminação personalizada para cada assento ao gosto do passageiro, além de uma prateleira especial para tablets. Os assentos também contarão com mais espaço para pequenos itens pessoais como garrafa de água e livros, uma tela individual de entretenimento de 12 polegadas e tomada individual para USB e PC.

screenshot-2016-10-27-09-18-43

A empresa também afirmou que o B789 contará com dois bares a bordo: um para a executiva e outro para a econômica. Mas não estou contando que seja nada parecido com os bares da Qatar ou da Emirates. Acho que vai ficar mais do tipo American …

A aeronave vai começar a operar em 2017, mas ainda não confirmaram as rotas. Especula-se que a Qantas vai fazer Austrália-Londres sem escala – atualmente os A380 que fazem a rota param em Dubai – devido à autonomia de voo do B789. Há também apostas na rota Sydney-Dallas e Melbourne-Chicago.

Quem tem LATAM Fidelidade poderá resgatar o trecho Europa-Oceania por 120.000 pontos em executiva e 50.000 em econômica por trecho. Já da América do Norte para a Oceania o resgate é bem melhor: 75.000 em executiva e 30.000 em econômica por trecho. Se a Qantas alocar o B789 para a rota entre Sydney e Santiago – em que opera em codeshare com a LATAM – serão necessários 110.000 pontos em executiva e 60.000 em econômica por trecho até o Brasil.

Para aqueles que têm milhas no AAdvantage da American Airlines, o trecho Europa-Oceania exige 85.000 milhas em executiva e 60.000 na econômica. Dos Estados Unidos, são 80.000 milhas em executiva e 40.000 na econômica por trecho. Já entre o Brasil e a Oceania, via Pacífico, saem a 82.500 milhas na executiva e 45.000 na econômica, por trecho.

É interessante notar que a Qantas eliminou a primeira classe de todas as suas aeronaves, exceto o A380. Aliás, essa é uma tendência mundial.

Espero que vocês estejam animados para testar a novidade no ano que vem. Vai ser difícil de conseguir bilhete-prêmio logo de cara. Mas vamos tentar! Boas viagens!