viaje bem, viaje longe, viaje barato!

Cartões de Crédito, Variados

Quais os benefícios que os cartões brasileiros poderiam dar aos clientes?

Há um consenso generalizado que o mercado dos cartões de crédito vinculados à indústria do turismo não são bem desenvolvidos no Brasil. Os produtos são limitados – ou até mesmo inexistentes – e os poucos cartões co-branded ainda não souberam atrair uma carteira de clientes consistente para o tamanho do mercado brasileiro.

Nos EUA, por outro lado, há uma toda uma cultura de cartões de crédito – para todos os bolsos e com benefícios diferenciados: é comum as pessoas de classe média terem mais de 10 cartões de crédito.

Acredito que, se os cartões de crédito co-branded começarem a oferecer mais benefícios com anuidades justas, esse mercado vai explodir com maciça adesão da classe média que viaja, ainda que pouco. E quais os benefícios que poderiam ser dados?

1 – Bônus em milhas: os cartões americanos são pródigos em distribuir milhas para os seus clientes. Alguns dão apenas pela contratação, outros exigem gasto mínimo. E vejam bem: ninguém está exigindo que o cliente gaste R$ 24.000,00 em três meses para ganhar 12.000 milhas como o Santander AAdvantage está fazendo. Bastam cerca de R$ 10.000,00 em três meses para ganhar 60.000 milhas. Se estão dando isso, não estão perdendo dinheiro, não é mesmo? Por que então exigir que nós, brasileiros, cuja renda é inferior a dos americanos, gastemos mais do que o dobro para ganhar 1/4 do que eles ganham?

2 – Pontuação diferenciada: o Santander AAdvantage está timidamente fazendo isso. A compra de passagens na AA dá mais pontos do que as compras comuns. Nos EUA, alguns cartões de companhias aéreas dão mais pontos para restaurantes, ou combustível, passagens aéreas, etc. É um meio de estimular o uso do cartão de crédito ao invés do débito ou dinheiro vivo.

3 – Status na companhia aérea: esse é um enorme benefício que muitos cartões americanos dão, mas que os brasileiros simplesmente ignoram. O status em um programa de milhas é ótimo, pois repercute na cobrança e quantidade de bagagem despachada e também na seleção prévia de assentos, dentre outras coisas. O primeiro cartão que oferecer isso vai ter um boom na base de clientes.

4 – Acesso à sala VIP: outro benefício essencial. O pessoal do Santander AAdvantage não tinha se dado conta (não tinha feito uma pesquisa de mercado decente) do enorme potencial disso quando ofereceram o Priority Pass ilimitado para o pessoal Black. Voltaram atrás e agora só oferecem 4 passes ao ano. Só não entendi por quê não oferecem os lounges da própria companhia aérea – no caso a American Airlines.

Além desses benefícios, as administradoras de cartões de crédito poderiam fazer parcerias com as companhias aéreas que voam para o Brasil, como o TPC “raiz” ainda tem (o TPC “nutella” tem seus pontos canalizados para a Livelo). Não entendo como não há cartões co-branded ou com parcerias para a transferência de pontos com a United, Delta, Air France, British Airways, Swiss, KLM, Iberia etc.

Enfim, eu acho que há um mercado gigantesco que ainda não foi bem trabalhado pelas operadoras de cartão de crédito e as companhias aéreas.

Quais os benefícios que vocês gostariam que fossem implementados aqui no Brasil?

 

23 Comentários

  1. Nei Menezes

    boa noite beatriz, concordo com vc em relação aos quatro itens. seria muito bom mesmo se os cartões co-branded oferecessem estes benefícios.

    Algumas observações:

    1) o tudo azul itaucard platinum oferece status safira aos portadores deste; na teoria kkkkkk na prática tenho dúvidas kkkkkk. tenho este cartão e já fiz umas duas ou três reclamações e nada de receber o upgrade para a categoria safira.

    2) há acúmulo diferenciado para compras na Azul, embora seja uma diferença pequena 2,5 x 1,5 por USD.

    3) outro benefício que poderia ser oferecido é um percentual de desconto na compra de passagens da cia associada. Exemplo: o tudo azul itaucard oferece 10% de desconto nas compras de passagens AZUL.

    4) o tudo azul itaucard platinum oferece acesso a sala VIP da Azul em Viracopos; voos internacionais apenas, afinal não há lounge para voos domésticos.

    • Beatriz

      Eu confesso que não acompanho muito o TudoAzul. A Azul é limitadíssima em rotas internacionais (o meu principal foco) e o TudoAzul não pertence a nenhuma aliança.
      O Itaú poderia procurar parceria com as outras cias aéreas como modo de diferenciação. A maioria dos cartões transfere para a tríade Multiplus, Smiles e TudoAzul. Parece que ninguém mais voa nesse país! 🙂

      • Nei Menezes

        verdade, pouquíssimas, praticamente nenhuma rota internacional. não pertence a nenhuma aliança. tem parcerias com UA e TP. o itaú tem o antigo tam fidelidade iatucard e hoje o multiplus itaucard, mas que de fato não trazem grandes vantagens.

    • Guilherme

      O melhor do tudoazul platinum sao os 8 transfer gratuitos por ano pro aeroporto, so isso ja paga a anuidade

  2. Rodolfo

    Sem dúvida precisam melhorar muito…um cartão de crédito que dava uns benefícios interessantes seria o Platinum da Smiles com acesso as salas VIP da gol voando de Gol ou parceiras…pra quem viaja muito de Gol e parceiras é uma boa só não peguei porque o Smiles e a gol não são as minhas melhores opções de programa de fidelidade e CIA aérea….peguei o Platinum do aadvantage pela anuidade no primeiro ano…caso não dêem mais benefícios (que hoje só vejo ganhar o dobro de milhas em compras na AA) sem dúvida será cancelado…o que custaria dar um status Gold por exemplo para o Platinum e o Black e acesso aos lounges deles para o Black acredito que sairia e muito do padrão que temos aqui..e acredito que aí sim justificaria a anuidade alta…

    • Beatriz

      Mas acesso a todas as salas das parceiras ou só aqui no Brasil?

      • Rodolfo

        Salas da Gol em guarulhos senão me engano uma sala para vôos domésticos e outra para voo internacional…e milhas bônus pela solicitação do cartão…

        • Beatriz

          Poucos benefícios, então. O Smiles vende milhas a um bom preço e o acesso a uma ou duas salas só …

          • Rodolfo

            Sim…e bônus pela aquisição do cartão vi no site agora 10 k milhas..2 milhas por 1 dólar em compras…e 1 milha bonus em compra na gol ..parcelamento em 12x..gratuidade na taxa de excesso de bagagem…3k milhas na renovação do cartão…de todos os cartões que Pesquisei esse é um dos que daria mais benefícios senão me engano anuidade de 398 reais…por esse valor não lembro de nenhum cartão nacional que de acesso para alguma sala vip

      • Henrique

        • Aeroporto de Guarulhos (GRU) em São Paulo – GOL Premium Lounge
        Embarque Internacional e Doméstico
        • Aeroporto do Galeão (GIG) no Rio de Janeiro – Sala VIP GOL
        Embarque Internacional

        • Beatriz

          Pouco, né, Henrique? Tinha que negociar as salas das parceiras, pelo menos das cias da Skyteam.

  3. Aaaddict

    Desse novo da AA santarder eu gostaria de obter isenção de gasto mínimo no programa, ou ainda parte deste como outros cartões do AAdvantage no exterior.

    • Beatriz

      Não entendi, Aaadict … 🙁

      • Aaaddict

        Pra ter status alem das milhas vc tem que ter um gasto minimo em dolares
        Os cartoes nos eua entram de alguma forma no calculo desse gasto.

        • Beatriz

          Sim, mas o gasto mínimo lá de cartões que dão 60.000 milhas é de USD 3.000 em 3 ou 4 meses (tem até de USD 2.000) e não essa coisa louca daqui de USD 7.000 (o que dá mais ou menos R$ 24.000,00).

  4. Beatriz

    @Rodolfo, pena que a Gol só opere com B737 e tenha poucos destinos internacionais e salas VIP.

    • Rodolfo

      Sim…sem dúvida…acho que é o cartão que chega mais perto do que se tem lá fora(mas limitado pela quantidade de salas vips e vôos internacionais e pela Gol não fazer parte de uma aliança)..na questão de bônus e acesso a sala vip é um caminho do que se tem lá fora…

      Únicos cartões co branded que uso são do Multiplus e aadvantage somente pela primeira anuidade gratuita…caso não melhorem MUITO só vou continuar se manter anuidade gratuita

  5. Davi

    Acredito que o problema nas nossas opções de cartões é a falta de concorrência no setor financeiro (o que é verdade em quase todos os setores no Brasil).
    Com poucos concorrentes, eles têm menos incentivos para oferecerem produtos melhores e diminuir sua margem de lucro.
    Tomara que as fintechs consigam mudam um pouco isso, mas aparentemente elas não estão muito preocupadas com o nicho dos cartões de créditos que oferecem benefícios aéreos.

    • Beatriz

      Acho que começarão em breve. Nos últimos 10 anos, eles se voltaram para as classes mais baixas que começaram a ter acesso a bens de consumo e aderiram aos cartões para financiar as compras. Mas essa fonte aí se ainda não secou, vai secar em breve. Aí eles vão olhar para a classe média de novo …

  6. Ricardo

    Beatriz, e o Itaucard Multiplus Black?
    Acha que compensa?

    1200 reais de anuidade, sem milhas em dobro na Latam e sem Priority Pass…

    • Beatriz

      Olha, Ricardo, eu acho que não. Qual é a vantagem dele? Os pontos vão direto pra conta Multiplus e você não se beneficia de nenhuma promoção de transferência com bônus. Você fica completamente engessado. E R$ 1200 de anuidade é pesado para isso.

      • Rodolfo

        Não compensa…eu mesmo peguei só pela anuidade grátis no primeiro ano e por que as milhas que tenho no Multiplus pretendo emitir passagem para o ano que vem..pra valer a pena..deveria dar pelo menos mais pontos do que 2.5 que conseguimos mais nos bônus de transferências e acesso a salas VIP…upgrade em categoria latam fidelidade…

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén