viaje bem, viaje longe, viaje barato!

Cias Aéreas Brasileiras, Emirates, Programas de Milhas

Resposta do Smiles ao Post sobre as Altas Taxas para Emissão de Passagens pela Emirates

Prezados, há três dias atrás, eu escrevi um post sobre os altos valores cobrados pelo Smiles na emissão de algumas passagens com milhas na Emirates (leia o post aqui). Ao final, pedi que o Smiles explicasse o porquê da distorção. Hoje, recebi um email da assessoria de imprensa do Smiles explicando a cobrança.

Em primeiro lugar, gostaria de parabenizar o Smiles pela rápida comunicação e pelos esclarecimentos prestados.

Todas as empresas que desejarem se manifestar respeito de qualquer post do Milhas e Destinos terão suas considerações publicadas na íntegra, sem qualquer tipo de edição.

Abaixo, a explicação do Smiles.

 

Verifiquei as informações prestadas pelo Smiles e confirmei a veracidade das mesmas. O que me levou, agora, a um questionamento destinado à Emirates!

Como pode uma passagem Bangkok – Dubai – SP (BKK – DXB – GRU), em que ambos os trechos  são em executiva (BKK – DXB e DXB – GRU), terem as mesmas taxas do que uma passagem em que o primeiro trecho é em executiva e o segundo em econômica?

Nos dois trechos em econômica, a Emirates cobra THB 8.015,00 em encargos para ela mesma.

Nos dois trechos em executiva, ela dobra o valor dos encargos, que vão para THB 17.060,00. Na realidade, isso é um modo de encarecer a passagem em cerca de 15%.

E quando um trecho é em executiva e outro em econômica, não há proporcionalidade na cobrança: a Emirates cobra exatamente o mesmo que cobra do passageiro que está voando em executiva nos dois trechos, ou seja, cobra o valor mais caro dos encargos.

Há situações em que a cobrança é feita pelo aeroporto ou agências governamentais de certos países, como por exemplo Londres Heathrow. As taxas são altíssimas mesmo para passageiros em econômica. E, pior, os passageiros em executiva e em primeira classe pagam cerca de US$ 100 em uma tal de “taxa de luxo”.

Pesquisei para ver se seria o caso do aeroporto de  Bangkok Suvarnabhumi ou do governo tailandês. Para tanto, busquei voos em executiva na Qatar saindo de Bangkok. Se a taxa é do aeroporto, o valor seria semelhante qualquer que fosse o destino. O resultado foi o seguinte:

Com a Qatar, as taxas totais saem a R$ 74,64!

Ou seja, a cobrança em valores estratosféricos é de responsabilidade exclusiva da Emirates e isso merece um post específico sobre o assunto, que já estou preparando.

No mais, agradeço mais uma vez ao Smiles pela rapidez e determinação de esclarecer os fatos.

Agora, vocês podiam melhorar a quantidade de milhas no resgate de passagens com e a disponibilidade de bilhetes-prêmio em executiva com as parceiras, né? 😉

 

 

2 Comentários

  1. Parabéns pela materia, acabei de fazer uma simulação e ia justamente enviar um e-mail para o Smiles e vi a minha duvida aqui, Meu exemplo foi Dubai para o Galeao, onde ia pagar 220 mil milhas + 10400 reais para 3 pessoas e + 4500 de taxas, desisti… era uma vez a vontade de voar Emirates com milhas. Se tiver alguma dica legal favor informar, estou agora tendo que simular as taxas antes.

    • Beatriz

      Oi Marcus, bem-vindo ao Milhas & Destinos! Para Dubai, o Smiles só opera com a Emirates e a Qatar. Não sei se você viu o post de hoje sobre a promoção Smiles para Atlanta e Boston. Está uma quantidade bem acessível de milhas.

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén