viaje bem, viaje longe, viaje barato!

Europa, França

Rota dos Vinhos na Alsácia

Colmar

A Alsácia abriga a mais antiga rota dos vinhos na França. A região, que fica no leste francês e tem fronteira com a Alemanha é considerada uma das melhores do mundo para explorar o mundo dos vinhos.  A especialidade da região são os vinhos brancos, mais especificamente os Gerwurztraminer, Pinot Gris e Riesling.

Mapa Alsácia

Mapa Alsácia

 

O ponta-pé inicial da rota pode ser dado na cidade de Thann, que fica ao sul de Colmar  e bem próximo de Basel, Suíça, seguindo até Strasbourg, que é a capital da Alsácia, ou fazer o trajeto inverso. A rota do vinho tem cerca de 170 km e abrange mais de 100 vinícolas.

Para os franceses e alemães, a Alsácia é o lugar ideal para passar um fim de semana relaxado e, como consequência, a região conta com restaurantes incríveis, vinhos deliciosos e ótima diversão.  Para vocês terem uma ideia, há cerca de 30 restaurantes com estrelas do Michelin na Alsácia – nada mal, não? O ideal é visitar duas vinícolas antes do almoço e depois saborear uma bela refeição com quitutes locais.

Diferentemente de Bordeaux, os produtores de vinhos da Alsácia abrem suas vinícolas aos visitantes durante a colheita, de setembro a novembro – mas também ficam abertas durante o restante do ano, inclusive nos fins de semana. A alta estação é a da colheita e o mês imediatamente anterior ao Natal.

COLMAR

A cidade medieval de Colmar é o centro da rota dos vinhos. A cidade pode servir como base para passeios às pequenas cidades vizinhas para mergulhar na essência da Alsácia. Enquanto Colmar foi largamente poupada durante a 2a Guerra Mundial, muitas dessas cidades vizinhas tiveram que ser reconstruídas.

Colmar

Colmar

Não há melhor lugar para começar a compreender a complexidade dos vinhos da Alsácia do que uma adega de um viticultor que sempre vai explicar com muito entusiasmo as uvas da região, e a diferença entre um sylvaner e um grand cru riesling, por exemplo. Para isso, o lugar ideial é o Domaine Paul Blanck, casa de 400 anos de idade, que não somente produz ótimos vinhos, mas que também vela pela qualidade e reconhecimento das marcas da região no mundo. Façam reserva para ver as belíssimas paisagens, degustar os vinhos e pegar dicas de onde comer.

Uma outra dica de visita antes do almoço ou jantar é a Meyer-Fonné. François Meyer e seu filho, Félix, administram a vinícola da família em Katzenthal a 10 km do centro de Colmar. O ideal é fazer uma reserva para e desgustação dos vinhos e uma visita à adega. Os melhores vinhos da casa são o Riesling e o Gewurztraminer Grand Cru Kaefferkopf.

Uma outra boa pedida são os vinhos mais em conta da Cave Vinicole de Turckheim, que fica a 8 km de distância de Colmar.  A loja e a sala de degustação são amplas e modernas, e têm a vantagem de abrir diariamente.

RIQUEWIHR

Quando saltei do carro na porta de Riquewihr e fui caminhando pela cidade, tive a certeza de ter chegado num conto de fadas. A cidade é considerada, com toda razão, uma das mais bonitas da França.

Riquewihr

Riquewihr

Situada a 25 km de Colmar, Riquewihr é a casa do festejado e estrelado chef Jean-Luc Brendel, cuja Table du Gourmet compreende um restaurante e hospedagem de luxo, com preços variando entre €169 a €498.

Não deixe de visitar o Hugel et Fils cuja degustação fica na vinícola histórica que também serve de casa da família no coração de Riquewihr (na verdade, fica em frente ao Table du Gourmet). A família Hugel é um nome na Alsácia e seus Gewurztraminers são referência na região. A casa abre da Páscoa até o Natal e é necessário fazer reserva antecipada.

KAYERSERBERG

Kayerserberg é outra cidade belíssima da região que atrai um número considerável de turistas.

Kayerserberg

Kayerserberg

Há diversos bistrôs charmosíssimos assim como o Le Chambard, o restaurante do chef Oliver Nasti, que também ostenta estrelas do Michelin. Para uma refeição mais em conta assinada por Nasti, não perca o Flamme & Co., cujo prato principal é o flammekueche ou torta flambada, que é o prato típico da região que parece uma pizza.

 

Flammekueche de Olivier Nasti

Flammekueche de Olivier Nasti

Para degustar um bom vinho, vá ao Domaine Weinbach.  A família Faller,  capitaneada pela matriarca Colette e as filhas Catherine e Laurence, oferece o  Riesling Schlossberg Grand Cru e o Gewurztraminer Furstentum Grand Cru. Faça reserva com antecedência.

Domaine Weinbach

Domaine Weinbach

 

ONDE FICAR

Os hotéis no centro de Colmar e nas demais cidades da Alsácia geralmente não disponibilizam estacionamento gratuito!

Hotel Le Colombier: Considerado um dos melhores hotéis de Colmar, as diárias variam entre €100 – €160. 7 Rue Turenne, 68000, Colmar.

Ibis Colmar Centre: Já no patamar de hotel básico, mas limpo e funcional, com diárias em torno de €70. 10 rue Saint Eloi68000, Colmar.

Chambard: Acomodação de luxo em Kaysersberg, com diárias a partir de €300. Um hotel Le Relais & Chateaux. 9-13 Rue du General de Gaulle, 68240 Kaysersberg.

Best Western Hotel Le Schoenenbourg. Fora do centro histórico de Riquewihr, o hotel oferece estacionamento gratuito. Diárias a partir de €80.

Auberge du Cheval Blanc: Para uma experiência de luxo e gastronomia, o hotel conta com um restaurante que recebeu duas estrelas Michelin, que pode ser reservado independentemente da estadia no hotel. Diárias a partir de €240.

 

Então, usem aquelas milhas acumuladas, façam as malas e partam para uma aventura inesquecível! Boa viagem!

 

7 Comentários

  1. Juliana

    Boa tarde! Pretendo viajar em junho de 2018 e gostaria de saber como funciona às degustações de vinho nas casas citadas? É necessário fazer alguma reserva? Quanto sai em média a degustação?Às explicações são em inglês ou francês? Obrigada!!

    • Beatriz

      Cada casa é um caso! Sugiro que vc entre no site das casas que deseja visitar para obter essas informações. Nas que eu fui, era tudo em francês, mas tbm eu confesso que não perguntei se havia degustação em inglês.

  2. Gabriel

    Boa noite.
    As escolhas/reservas foram realizadas por conta ou alguém intermediou diretamente na França?
    Obrigado.

  3. Marie

    Boa noite, estou indo para Alsácia dia 5 de janeiro, será q essa época tem vinícolas abertas??

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén