viaje bem, viaje longe, viaje barato!

Ásia, Avaliações, Cambodia, Hotéis, Hotéis

Viroth’s Hotel: Siem Reap | Cambodia

Piscina - Viroth's Hotel - REP

Dando continuidade à série de posts sobre o Cambodia (clique aqui para saber mais), agora é hora de fazer o check-in no Viroth’s Hotel.

Entrada - Viroth's Hotel - REP

Entrada – Viroth’s Hotel – REP

O Viroth’s é um dos hotéis mais charmosos que já fui e a memória dos dias que passei lá ficou mesmo no meu coração. Eles têm essa Mercedes permanentemente parada na porta do hotel. Adorei o clima anos 50!  Mas prestenção! Há o Viroth’s Villa, mas eu estou falando do Viroth’s Hotel, okay? OKay!

Assim como aconteceu no Shinta Mani Resort (clique aqui para ler o relato completo), fui recebida no Viroth’s com uma toalha de rosto fria e úmida, e com um perfume maravilhoso, e um chá verde gelado para refrescar.

Após o check-in, fui direto para o quarto. O quarto é bem amplo e agradável.  A decoração segue aquele estilo anos 50, mas com um ar de modernidade aliado à constante presença da cultura khmer nos objetos.

Quarto - Viroth's Hotel - REP

Quarto – Viroth’s Hotel – REP

Quarto Viroth's Hotel REP

Quarto Viroth’s Hotel REP

Há um sofá com mesinha de centro com pé palito e uma escrivaninha para quem, ainda em viagem,  precisa trabalhar. A TV é tela plana, mas confesso que não liguei nenhum dia. Portanto, não sei se a qualidade é boa ou não.

Quarto Viroth's Hotel - REP

Quarto Viroth’s Hotel – REP

O banheiro tem um estilo moderno, com pastilhas pretas e chuveiro bem espaçoso.

Banheiro - Viroth's Hotel - REP

Banheiro – Viroth’s Hotel – REP

Banheiro - Viroth's Hotel - REP

Banheiro – Viroth’s Hotel – REP

Depois de dar aquela olhada básica no quarto, desci para ver as instalações em geral. O ponto central do hotel é a piscina e tudo foi organizado em torno dela.

Piscina - Viroth's Hotel - REP

Piscina – Viroth’s Hotel – REP

Piscina - Viroth's Hotel - REP

Piscina – Viroth’s Hotel – REP

Tudo é de extremo bom gosto, a começar pela sala de estar, que tem vista para a piscina.

Viroth's Hotel

Viroth’s Hotel

Eu adorei esse restaurante “encapsulado” que tem vista simultânea para a rua e para a piscina.

Restaurante - Viroth's Hotel - REP

Restaurante – Viroth’s Hotel – REP

Além das mesas internas, o restaurante dispõe de mesas externas. Tomar café da manhã ali é muito gostoso. O restaurante em si é muito gostoso. Fiz umas duas ou três refeições ali e foram excelentes e baratas. A salada de papaia verde é dos deuses!

Restaurante - Viroth's Hotel - REP

Restaurante – Viroth’s Hotel – REP

E chegar de um dia cansativo de visita a Angkor Wat merece um banho de piscina seguido de uma cerveja gelada!

Cerveja Viroth's Hotel - REP

Cerveja Viroth’s Hotel – REP

Uma das grandes vantagens do Viroth’s Hotel é o preço. Apesar de não ter serviço de quarto 24 horas por dia como em hotéis de luxo,  a diária custou menos de US$ 80 com café da manhã incluído.  Convenhamos, é uma pechincha.

Como já disse antes, o sul da Ásia, à exceção de Singapura, é barato para quem mora no Rio de Janeiro.

E o hotel conta com um serviço de spa. Eu, que nunca gasto dinheiro com isso porque é caro pra burro, me esbaldei. Sessões de massagem com duração de 1 hora custam cerca de 50 reais.

Fiz uma por dia – pés, costas, corpo inteiro, fiz tudo. E sempre marcava para o fim da tarde, quando chegava dos templos. Para cada tipo de massagem a massagista trazia uma bandeja diferente com produtos orgânicos variados que ela colocava na água morna e massageava os pés/corpo. Uma coisa de bom!

Cesta de massagem - Viroth's Hotel - REP

Cesta de massagem – Viroth’s Hotel – REP

 

img_6954

Massagem – Viroth’s Hotel – REP

 

img_0104

Cesta de massagem – Viroth’s Hotel – REP

Espero que vocês tenha curtido o relato do hotel que eu recomendo muitíssimo!

3 Comentários

  1. Alice

    Oi Beatriz! Adorei o relato de sua viagem para Siem Reap, principalmente este hotel. Quero ficar nele quando eu for para lá kkkk! Dei uma olhada e a diária subiu para USD129 entre dezembro e fevereiro do ano que vem! Você deu sorte de ter conseguido por um valor tão baixo, parabéns! Quantas noites acha necessário ficar em Siem Reap para aproveitar com calma? E você encontrou muitos pernilongos/borrachudos por lá? Obrigada como sempre!

    • Beatriz

      Oi Alice, eu cheguei numa 2a feira à tarde e saí na 6a feira à tarde, tbm. Como eu não queria correria para ir aos templos do complexo, ficava na piscina pela manhã e ia passear a tarde. Maravilha!

Deixe um comentário

Theme by Anders Norén