O AAdvantage, programa da American Airlines, está oferecendo status para alguns clientes selecionados. As ofertas estão chegando por email.

Os clientes que estão recebendo a oferta relatam que têm conta no programa, mas que há anos não voam com a American e não creditam nenhum ponto lá. Outros dizem que fizeram um voo pago em tarifa cheia em 2018. Para ler o relato, em inglês, de diversas pessoas que receberam a proposta, clique aqui.

O procedimento é bastante simples: até dia 15 de maio

  • o cliente deve registrar-se até o dia 25 de janeiro clicando no botão claim your status;
  • até dia 15 de maio, ele terá todos os benefícios da categoria que ele foi selecionado;
  • se ele quiser mantê-la até 31 de janeiro de 2020, ele deve gastar USD 1.500 e voar 12.500 milhas até o dia 15 de maio;
  • se ele quiser ascender de categoria, para Platinum Pro, ele deve gastar USD 2.400 e voar 20.000 milhas também até o dia 15 de maio.

Teve gente que recebeu a oferta para Executive Platinum também: 30.000 milhas voadas e USD 5.000 em gastos.

Para um voo ser elegível ele deve ser comercializado pela AA e voado em aeronaves AA ou com o código AA nas seguintes companhias aéreas com quais a AA tem joint venture: British Airways, Iberia, Finnair e JAL.

Mas mesmo que o passageiro não queira aproveitar a oferta, basta ele registrar-se que terá o status livre de qualquer encargo até 15 de maio. Daí é só baixar o cartão de associado digital, voar em uma companhia Oneworld e ter todos os benefícios da categoria, inclusive acesso a lounges mesmo voando em econômica (para quem recebeu oferta Platinum e Platinum Pro).

Pelos valores que estão sendo exigidos pela LATAM para ter status Sapphire na Oneworld, essa oferta é bastante razoável.

Quem está chateado e com razão, são os clientes fiéis à American e que conseguiram status gastando dinheiro com a empresa no ano passado. Há muita gente criticando (dêem uma lida nos comentários do OMAAT – clique aqui)

Receberam a oferta? Pretendem tentar o status até 2020?