Estava eu dando minha olhada diária no One Mile at a Time – recomendo a leitura a todos – quando me deparei com um review que o Ben Schlappig fez de uma de suas últimas viagens. Reparem nas fotos da classe executiva que ele postou:

Vejam se não é idêntica à classe executiva da LATAM no B777:

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Então, o OMAAT fez a avaliação da MIAT – Mongolian Airlines no seu B767. A diferença é a configuração. O B767, por ser mais estreito, tem a configuração 2-1-2, ao passo que o B777 da LATAM tem a configuração 2-3-2.

Uma outra diferença é que a LATAM optou por colocar um apoio para os pés na parte inferior do assento.

LATAM Business Class GRU – FRA Jan 2017

Ao passo que a MIAT não tem esse conforto.

De qualquer modo, a executiva da LATAM no B777 necessita de um retrofit urgente. Com todo respeito à Mongólia e seu povo, quando a gente vê que uma empresa de aviação brasileira adota o mesmo padrão de conforto de uma empresa mongol, fica claro que algo está muito errado e não é com a empresa estrangeira …

A cabine do A350 – apesar de não ser das melhores do que temos em oferta em comparação a outras empresas – é muito superior:

Aproveitando o post: LATAM, please, está na hora de instalar wifi nas aeronaves que fazem rota de longa distância, inclusive nos A350 …