Em um memo interno, a American confirmou que seus B767-300 serão definitivamente aposentados até 2021. As aeronaves estão sendo gradualmente substituídas pelos B787.

A empresa ainda opera com 23 Boeings, sendo que, atualmente, o mais antigo data de 1993. A American já chegou a ter 67 dessas aeronaves operando suas rotas. A média de idade dessas aeronaves na frota é de 20 anos. Eles ainda estão em funcionamento em rotas para a América do Sul além de alguns destinos domésticos e europeus.

Aliás, recentemente a empresa divulgou novas rotas para a Europa, incluindo cidades como Dubrovnik, Berlim e Bologna, que serão servidas com o sucatão (clique aqui para saber as rotas, datas de operação e aeronaves). Os aviões tem configuração de 28 assentos em executiva, 14 na main cabin extra e 163 em econômica.

Apesar da classe executiva ter sido retrofitada, a econômica ainda é muito primitiva.

A companhia tinha inicialmente previsto a aposentadoria dos B767 para 2019. Entretanto, os problemas com o fornecimento dos assentos Zodiac e as turbinas do B787-900 jogaram a data mais para frente.