Os puristas que me perdoem, mas vou fazer uma tradução do elogiado post do Matthew, do blog Live and Let’s Fly. Nele, o blogueiro americano faz uma lista das melhores companhias aéreas para emissão de última hora de bilhetes com milhas. Ele chama de última hora as emissões feitas com cerca de 1 semana de antecedência da data de partida.

Vamos à lista do coleguinha levando em consideração que não há qualquer garantia de disponibilidade e que em alta temporada  até mesmo em cima da hora é difícil conseguir alguma coisa.

1 – Lufthansa: a maioria sabe que a alemã só libera primeira classe com 14 dias de antecedência (exceto daquela linda vez que liberou geral ….). Mas se vocês derem uma olhada na disponibilidade em geral, é bem complexo para executiva também. Parece que três dias antes do voo a Lufthansa abre a porteira.

2 – SWISS: a SWISS é mais generosa do que a Lufthansa, apesar de a sua primeira classe só ser acessível para os membros do seu programa de milhas. Quando chega bem perto da partida, os suíços são bem generosos.

3 – Emirates: é uma empresa complicada para nós, brasileiros. Não temos cartão de crédito para transferir milhas e só a Smiles e o Victoria são parceiras e com limitações: só emitem econômica e business. Na Smiles, custa os 2 rins em milhas.  Além da extinção da função renal, as taxas, para mim, inviabilizam a emissão. Mas frequentemente  tem boa disponibilidade na Smiles.

4 – Etihad: outra empresa que brasileiros emitem via Smiles – 200k o trecho no The Apartment entre Paris e Abu Dhabi – ou AAdvantage. Vejo boa disponibilidade durante o ano, mas quem tem usado a Etihad tem reclamado muito na queda da qualidade dos serviços prestados. Pena …

5 – Cathay Pacific: membro da Oneworld, a primeira classe da Cathay é super festejada pelos blogueiros em geral, apesar de alguns já estarem levantando o fato que o hard product já está precisando de um upgrade. Eu já voei na first e na business e gostei muito de ambas as experiências. A liberação de última hora também é bem conhecida. Ah, a Cathay mudou o sistema e a disponibilidade diminuiu drasticamente na última semana, mas eles dizem que estão trabalhando noite e dia para resolver o problema. Soa familiar?

6 – Japan Airlines: outra companhia membro da Oneworld, a disponibilidade antecipada para cabines premium é fraca, mas dá para achar. Mas em cima da hora, a empresa japonesa libera bem.

7 – United Airlines: segundo o Matthew, a United tem sido mais liberal com os assentos com milhas no geral. Mas, parece que, de última hora, tem muito assento disponível.

8 – Austrian: a austríaca do grupo Lufthansa tem poucos destinos interessantes para os brasileiros – para nós, só entre Europa e Ásia mesmo. Tenho vontade de voar por conta do catering da DO & CO, a mesma empresa que alimenta os passageiros da Turkish Airlines. Parece que ela é ótima para quem tem flexibilidade.

9 – Malaysia Airlines: há 3-4 anos atrás era super fácil conseguir voar com a Malaysia em primeira ou business. Hoje em dia parece que o jogo mudou. A disponibilidade antecipada é escassa, mas em cima da hora a empresa libera a cabine inteira.

10 – ANA: eu frequentemente acho disponibilidade na ANA com antecedência, mas parece que a companhia japonesa é bem generosa mais perto do embarque.

Eu sei que a maioria não tem a vida ganha para poder emitir em cima da hora, mas dependendo da situação, a gente pode mudar os planos e aproveitar boas oportunidades.

Por exemplo: sendo Black ou Black Signature no LATAM Fidelidade com um bilhete com milhas para Frankfurt com a LATAM. Dois dias antes, abre disponibilidade com a Lufthansa ou SWISS. Dá para cancelar o bilhete LATAM sem qualquer custo e emitir com as europeias.

OBS: O LATAM Fidelidade bem que podia fazer como as boas empresas e permitir que seus clientes TOP cancelem qualquer bilhete – até com as parceiras – sem custo, ou com uma taxa simbólica. Gastar dinheiro o ano inteiro com a LATAM para depois pagar USD 200 pra cancelar uma passagem em econômica com milhas voando British é um absurdo.

Deixo o link do post original para vocês (clique aqui).