Todas as vezes em que penso em ir a Londres em cabines premium eu desisto por conta das abusivas taxas aeroportuárias do Reino Unido. A APD (Air Passenger Duty) é segmentada por distância e cabine de voo. Os valores são os seguintes:

Voos com menos de 2.000 milhas de distância
Classe econômica: 13 libras
Classe executiva: 26 libras

Voos com mais de 2.000 milhas de distância
Classe econômica: 78 libras
Classe executiva: 156 libras

A partir de 1o de abril de 2019, os voos de longa distância em classe executiva terão taxas no valor de 172 libras!

Para se ter uma ideia, fiz uma pesquisa via AAdvantage e as taxas chegaram a R$ 1.164,83!

A discriminação é a seguinte:

Ou seja, só para o Reino Unido as taxas chegam a R$ 1.000,00. Isso por que o voo da ida é com a Iberia, via Madri. Se fosse com a British, a conta seria duplicada.

Se eu mudo o destino para Copenhagen, por exemplo, as taxas caem drasticamente, ainda que o voo da volta seja via Londres:

É importante ressaltar que a APD é cobrada indepdendentemente da companhia aérea voada, já que é uma taxa dos aeroportos e não das empresas.

Há outros aeroportos com taxas também pesadas, como Frankfurt e Paris, mas nenhum deles se compara às taxas do Reino Unido. Complicado ir a Londres viajando bem, não?