A Avianca Brasil, que está passando por sérias dificuldades financeiras, conseguiu um empréstimo de USD 456 milhões para manter suas atividades sem a necessidade de entrar em recuperação judicial, é o que informou o site Aeroflap.

O empréstimo será feito pela United Continental Holdings, da United Airlines, para o Synergy Group, que administra a Avianca Brasil, com garantia de 516 milhões ações de German Efromovich na Avianca Internacional. O Synergy detém 100% da Avianca Brasil e 60% da Avianca Colômbia. O empréstimo foi feito com taxa anual de 3%, segundo o site El Espectador.

O pagamento da dívida iniciará em 2021, em 5 parcelas anuais. A última parcela será devida em 2025.

As dívidas somam USD 1.6 bilhões nos próximos 2 anos, sendo USD 1.1 devidos até o fim de 2019.

No momento, a Avianca Brasil está com doze A320 e um A330 apreendidos pelos lessors BOC Aviation e Aircastle, dentre outros.

Essa mobilização implica que 20% da frota da empresa está no solo, impedida de voar.

A Avianca Internacional também está diminuindo drasticamente sua expansão, segundo a Reuters. A empresa está em negociações com a Airbus para reduzir a encomenda que fez de 100 aeronaves em 2015. A intenção é ficar com 50 – 80 das aeronaves encomendadas. Além disso, a empresa também está planejando uma aliança estratégica com a Lufthansa para a sua expansão na Europa. Recentemente, a Avianca Internacional inaugurou a rota Bogotá – Munique, servida pelo B787 Dreamliner.

Apesar do comportamento discutível que o Amigo recentemente teve com seus clientes, não desejo o fracasso da empresa. Primeiro, por que há funcionários que alimentam suas famílias com o salário pago pela Avianca e não têm nada a ver com as decisões tomadas por seus diretores. Em segundo lugar, por que seria péssimo para nós uma maior concentração do mercado.

Aguardemos os novos capítulos da saga …

Enquanto isso, se vocês têm voos com a Avianca Brasil por esses dias, recomendo fortemente ligar para o call center da empresa e confirmar o voo.

Para ler os posts originais:

Aeroflap: clique aqui.

Reuters: clique aqui.

El Espectador: clique aqui.

Agradeço ao Moacir pela dica do site do El Espectador.