Como muita gente aproveitou a promoção da Livelo dando até 100% de bônus nas transferências, decidi fazer esse post com dicas de bons resgates no Amigo. Eu já tenho um post mais geral sobre os melhores resgates com milhas no Amigo, que faz parte do Posts em Série “Os Melhores Resgates dos Programas de Milhagem”. Deixarei o link de ambos ao final.

Nesse post, vou falar especificamente de pares de cidades “diferentes” que valem a pena resgatar levando em consideração as companhias aéreas que operam o trecho e atrações turísticas. Então, não vou mencionar os voos com saída do Brasil para a Europa, por exemplo, porque a Europa é velha conhecida de muitos. Mas vou mencionar um voo com origem no Brasil que eu acho que vale muito a pena!

Um alerta antes de falar de alguns resgates interessantes: muita gente reclama, com razão, que liga para o call center do Amigo e eles enxergam a disponibilidade e não conseguem tarifar. Fica a sugestão de amigos que conseguiram emitir: peçam, com gentileza, para o atendente falar com o supervisor. Muitas vezes, eles pedem 24 horas e resolvem o problema. Mas, antes, verifiquem a disponibilidade, anotem antecipadamente o dia, horário e número do voo que vocês encontraram, ok?

Além disso, o Amigo está a ponto de lançar o resgate online dos bilhetes. Oremos para que todas as parceiras da Star Alliance estejam lá, que seja possível emitir bilhetes com trechos em mais de um continente e que possamos emitir trechos em classes diferentes. Ah, e que o mecanismo de busca seja semanal ou mensal, facilitando a vida da gente.  Eu ouvi um amém?

Então, vambora!

1 – Bangkok – Sydney com a Thai

Primeira classe: 55.000 pontos

Executiva: 35.000 pontos

Econômica: 25.000 pontos

Conseguir emitir aqui em primeira classe é tudo que a gente queria da vida. Em primeiro lugar, se você chegou a Bangkok, visite a cidade. Os templos são belíssimos, a comida é deliciosa, os hotéis de luxo têm um preço ótimo. Aliás, os preços, em geral, são bons na Tailândia.

Emitindo na primeira classe, você terá direito à 1 hora de massagem gratuita no lounge da Thai. Tá suficiente, né?

E Sydney? Tenho um post que comento minhas impressões sobre a Austrália (clique aqui para ler).

Mas o valor em executiva e em econômica também está muitíssimo razoável, vocês não acham?

2 – Singapura – Tóquio com a Singapore Airlines ou com a ANA

Executiva: 40.000 pontos

Econômica: 25.000 pontos

Singapura é uma cidade-Estado no sudeste da Ásia beeeem perto da linha do Equador. Quente e vibrante, a cidade oferece atrações imperdíveis como o Gardens by the Bay, a piscina do Marina Bay Sands, o Jardim Botânico etc. Além disso, ela abriga o restaurante estrelado do Michelin mais barato do mundo: a refeição custa menos de USD 5 (é o Liao Fan Hong Kong Soya Sauce Chicken Rice & Noodle, uma barraquinha de comida que fica na área chinesa da cidade).

Já Tóquio, e o Japão em geral, é uma paixão particular. Também tenho um post dedicado ao país (clique aqui para ler).

É difícil encontrar disponibilidade em cabines premium da Singapore, mas com a ANA, a disponibilidade é ampla. Ambas as empresas são 5 estrelas e têm serviço de bordo fenomenal. É uma viagem que não tem erro!

3 – Istambul e Singapura/Tóquio/Pequim com a Turkish ou Singapore Airlines

Executiva: 40.000 pontos

Econômica: 25.000 pontos

Essa rota diferentona está aqui por conta de um equívoco do Amigo – que não sei quanto tempo vai perdurar. Por uma deficiência geográfica, alguém entendeu que a Turquia fica na Ásia Norte. Então, uma viagem entre Istambul e Singapura, para o sistema, conta como Norte da Ásia – Sul da Ásia (o mesmo que Singapura e Tóquio, por exemplo) e sai por 40.000 milhas em executiva e 20.000 em econômica.

Já comentei Tóquio e Singapura, mas não falei de Istambul ou Pequim. Istambul também é uma cidade belíssima que merece uns 3 dias de visita, no mínimo. Pequim, por sua vez, é a porta de entrada da Muralha da China e antiga cidade imperial com muitas atrações turísticas. E não é que eu tenho um post dando dicas de um tour básico de 2 dias na capital chinesa? Clique aqui para ler!

4 – São Paulo – Mahé ou Windhoek com a South African

Executiva: 60.000 pontos

Econômica: 40.000 pontos

Mahé é o aeroporto das Ilhas Seychelles, um paraíso na Terra que dispensa apresentações. Windhoek, por sua vez, está na minha lista de desejos. Eu quero muito passar uma semana visitando a Namíbia, tanto o deserto como os parque nacionais. Os valores em milhas / pontos do Amigo são muito bons para a África.

E vocês? Já sabem como vão aproveitar as milhas transferidas? Têm sugestões de roteiros para compartilhar nos comentários?

Ah, para ler os Melhores Resgates dos Programas de Milhagem, clique aqui.