Eu voo com frequência na American Airlines e, desde que a empresa possibilitou a escolha antecipada de refeições nas cabines premium, eu sempre faço uso da ferramenta. Nesta última viagem, decidi inovar e pedi a refeição kosher no trecho entre Miami e São Paulo.

Antes de mostrar a refeição, é importante oferecer uma breve explicação do que vem a ser a comida kosher, que tem origem judaica e seu preparo obedece às normas do Torá.

Uma das regras principais e curiosas da comida kosher está na proibição de se misturar, numa mesma refeição, ou durante o preparo, carne ou frango com leite e derivados. Isso inclui não misturar as panelas, louças, talheres, e até mesmo a pia. Utensílios utilizados para carnes não deverão ser usados com o leite e derivados, e vice-versa.

Os judeus são muito cuidadosos e preocupados com o sofrimento dos animais a serem abatidos para seu consumo. Além do mais, a higiene está acima de tudo. As carnes permitidas são de vaca, carneiro e cabras. As aves domésticas são permitidas, como frangos, perus, faisão, patos e gansos. Os porcos e coelhos estão fora, por não serem ruminantes e não terem o casco fendido.

Após o abate dos animais, eles deverão ser lavados para que não haja resíduos de sangue. Também os subprodutos do sangue, como morcela, molho pardo e afins, não deverão ser consumidos.  Os peixes com escamas e barbatanas poderão fazer parte da dieta kosher, porém, crustáceos e moluscos deverão ser excluídos.

As verduras deverão ser lavadas minuciosamente, pois nenhum inseto ou larva pode ser ingerido como comida kosher, pois são considerados impuros.

Mas vamos à refeição … o voo era diurno e, inicialmente, foram oferecidos drinks e nuts, como de costume. Eu fui de Bloody Mary para um clima de brunch de domingo …

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

Algum tempo depois chegou minha refeição toda embrulhada. Havia um plástico isolando o conteúdo de toda a bandeja e cada pratinho também tinha sua proteção própria.

Pela etiqueta, ela foi feita em NY.

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

Foi aí que eu noitei que havia nuts específicos para mim. A nível de by the way, eles são muuuuito melhores do que as nuts tradicionais.

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

O peixe é uma entrada fria e estava saboroso.

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

Os grãos também estavam bem temperados.

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

Depois, chegou o prato principal, que estava quentíssimo! Foi servido peito de  frango com vagem no molho chimichurri.

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

Esse prato também tinha duas camadas de alumínio protetoras.

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

O prato estava meh …

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

A sobremesa era uma torta de abacaxi, que não provei.

AA MIA – GRU business class B772 jun 2018

Uma coisa a ser destacada é que a quantidade de comida é muito maior do que aquela servida normalmente na executiva. Um outro detalhe é que no menu online da AA, fora as escolhas tradicionais, nas demais opções você não sabe qual é o prato que será servido.

Para a minha próxima viagem, aqui estão as opções tradicionais:

Abaixo, as refeições especiais:

Eu acho que vou de kosher mais uma vez para conhecer o catering brasileiro, o que vocês acham?