Dando continuidade ao espetacular guest tutorial que o Carlos preparou com exclusividade para o Milhas e Destinos, na parte 6 ele comenta sobre como conseguir cartões de crédito sem caução – que é o objetivo maior para a comunidade de milheiros.

Com a construção do seu histórico financeiro nos EUA e a criação da sua pontuação FICO, começa a verdadeira diversão: escolher para quais novos cartões de crédito aplicar.

Não vai ser, entretanto, uma festa liberou geral. Sem SSN ou ITIN, uma parcela de boas alternativas continuará inatingível, como cartões do Chase e Capital One. O Citi também parece não funcionar, ao menos esta foi minha experiência ao tentar aplicar online e por telefone para um cartão. Mas é um banco que ainda pretendo fazer mais tentativas.

As possibilidades estarão no banco no qual você abriu sua conta e obteve seu cartão segurado e na American Express. Em todos os casos, será sempre uma questão de escolha entre cartões que pontuam ou devolvem parte do gasto (cashback), valores de 1 a 5 de retorno por dólar gasto, de acordo com categorias de compras (passagens, supermercados, restaurantes…), benefícios adicionais, bônus de adesão e valor da anuidade.

Aconselha-se, normalmente, esperar 6 meses após o início da utilização do cartão segurado para aplicar para outros cartões. Estas aplicações também têm de ser feitas com parcimônia, já que cada aplicação, aprovada ou recusada, representará uma diminuição em torno de 3 pontos do seu score (https://onemileatatime.com/does-applying-for-credit-cards-hurt-your-credit-score/).

Os emissores estabelecem limites para a quantidade de aplicações que podem ser feitas em determinados períodos e também a quantidade de cartões que cada cliente pode obter (https://thepointsguy.com/guide/credit-card-application-restrictions/).

Na American Express, podem ser aprovados dois cartões a cada 90 dias e ter no máximo cinco cartões, excetuados desta conta os considerados charge cards (Amex Green, Gold e Platinum).

No Bank of America (BofA), podem ser aprovados dois cartões em 60 dias, três em um ano e quatro em dois anos, sem limite para a quantidade máxima de cartões.

No Citi, podem ser aprovados um cartão a cada 8 dias e dois a cada 65 dias, sem limite máximo estabelecido.

No Wells Fargo, não há uma definição precisa para este limite.

As aplicações podem ser feitas online, por telefone ou presencialmente, no caso dos bancos. No BofA, sem SSN e endereço cadastrado no Brasil, parece só ser possível a aplicação presencial.

Escrevi acima para se esperar seis meses para aplicar para novos cartões de crédito. Três meses após ter aberta minha conta e dois meses após começar a usar meu cartão (por causa do problema com o redirecionador), em uma tarde que estava com folga, resolvi entrar no sítio da Amex e aplicar para um cartão apenas para ver como funcionava. Não tinha a menor expectativa de ser aprovado, pois meu histórico era muito recente e imaginava que não seria localizado.

Utilizei o fantástico tutorial publicado pelo Mestre das Milhas e escolhi um dos cartões mais básicos disponíveis, o Blue, que não possui anuidade e pontua apenas 1,0, no Membership Rewards americano, por dólar gasto. Recebi a mensagem que minha aplicação seria avaliada.

Alguns minutos depois, contudo, recebi um e-mail com o número de minha aplicação e um telefone para entrar em contato com a Amex. Liguei e me foi solicitado meu SSN, pois não conseguiam validar a minha identificação, pois preenchi com 999…0 (deve ser a mesma coisa de preencher o CPF com 3333… ou 9999…). 

Informei que usei este SSN genérico e não tinha um por ser um non-resident alien, mas que já tinha conta e cartão de crédito do BofA. Então me indagou se poderia fazer uma conferência com o atendimento do BofA para me identificar.

Após uma teleconferência a três em que informei alguns dados e a atendente do BofA confirmou meu nome e endereço para a Amex, o cartão foi aprovado! Me deram um limite de U$ 2k.

Alegria imediata, mas imediatamente entrei no sítio da Amex de novo. Agora que tinha um cartão aprovado e criado uma conta na Amex, era hora de tentar o segundo, já que não sofreria uma penalização no meu score com esta segunda consulta, pois vindas da mesma fonte e no mesmo dia, são consideradas com uma única consulta.

Comecei pelo cartão que estava no topo dos meus desejos e iria descendo até conseguir a aprovação de algum que tivesse algum benefício ou bônus de aquisição interessantes.

Loguei na minha conta recém-criada e entrei no link do Amex Hilton Aspire (150k de bônus por U$ 4k em três meses, sem taxa por transações no exterior, status Diamond na rede Hilton, Priority Pass, créditos em hotéis e companhias aéreas, uma estadia grátis em qualquer hotel da rede em final de semana, anuidade de U$ 450).

Novamente, não recebi nem sim nem não, mas que minha proposta seria analisada. E poucos minutos depois, também recebi um e-mail com o número da aplicação e um telefone para entrar em contato.

Nova ligação, achei que desta vez, por já ter a conta, seria mais rápido. Mas foi necessário fazer o mesmo processo de verificação com minha conta do BofA. O atendimento e análise foram mais demoradas, mas ao final também me aprovaram para este cartão! Neste o limite foi de U$ 3k.

O que, há dois anos, eu achava que seria um processo longo, de anos, funcionou em apenas três meses! Consegui o cartão que mais me interessava em termos de benefícios e que necessita de um excelente score para obtenção (e eu não tenho a menor ideia de qual é o meu). Fica faltando o cartão que me interessa em termos de pontuação, embora eu já tenha uma alternativa intermediária.

Alguns dias depois, resolvi tentar minha sorte no Citi. Apliquei para um cartão simples e coloquei o 999…0 no SSN. Não funcionou, recebi um e-mail com a confirmação do pedido, mas sem identificação do número. Liguei para tentar falar a respeito, mas não foi possível identificar minha aplicação e me informaram que o 999…0 não funciona no Citi.

Tentei então por telefone e foi demorado para passar todos os dados. O SSN ficou em branco e a atendente passou para a supervisora para ver se tinha como continuar sem ele. Infelizmente, fui informado que não dava. Apesar da dupla negativa no Citi, tanto na agência quanto por telefone, ainda vou tentar conseguir o secured em alguma agência para tentar chegar no cartão que almejo.

Não suficiente, alguns dias depois, em rápida passagem pelos EUA, passei em uma agência do BofA e solicitei o cartão Travel Rewards. Não tenho interesse em usar o cartão, mas como não tem anuidade, seria apenas para aumentar meu limite de crédito e score a longo prazo.

Na hora, ficou pendente para análise e, alguns dias depois, recebi a negativa por carta, informando que eu ainda não tinha histórico e créditos suficientes. Me pareceu razoável, pelo que já li. A aprovação da Amex é que foi surpresa.

Importante informar que, lendo as letras miúdas das aplicações Amex e Citi, está dito que são válidas apenas para residentes nos EUA.

Para acessar os demais tutoriais dessa série, clique nos links abaixo:

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Introdução

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Parte 1 > contém orientação básica sobre documentação e requisitos

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Parte 2 > trata da exigência de endereço nos EUA[

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Parte 3 > trata da exigência de telefone nos EUA

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Parte 4 > trata da conta corrente 

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Parte 5 > trata dos cartões com caução, o FICO score e estratégias para obter o cartão sem caução

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Parte 6 > fala sobre como aplicar para cartões que não exigem caução

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Parte 7 > dá um panorama das opções de cartões americanos

[Guest Tutorial]: Cartão de crédito e conta corrente nos EUA – Parte 8 > fala exclusivamente sobre o AMEX