A Norwegian já está disponibilizando a venda de passagens entre o Rio de Janeiro e o aeroporto de Londres Gatwick em voos a serem operados pelo B787 Dreamliner. A empresa é considerada a melhor low-cost do mundo e tem um boa fatia dos mercados onde atua.

A nova rota será operada quatro vezes por semana a partir de 31 de março de 2019, com voos às 2as, 4as, 6as e domingos.

Os voos de ida saem do Galeão às 22h25, chegando às 13h35 em Londres Gatwick. Os voos de volta, partem da capital inglesa às 12h00, chegando no Brasil às 19h25.

Entretanto, fui verificar os preços para o mercado brasileiro e fiquei muito decepcionda.

Para uma viagem em outubro de 2019 – ou seja, daqui a 11 meses – o custo total do bilhete de ida e volta é de USD 829,80. Ao câmbio do dia essa passagem sai por R$ 3.256,59 sem direito à bagagem ou à refeição a bordo. Acrescente-se a ela o IOF de 6.38% e temos o total de R$ 3.464,34.

A tarifa que garante refeição e o direito a uma bagagem despachada até 20kg é a LowFare+, cujo total sai por USD 1.009,80. Ao câmbio do dia estamos falando de R$ 3.963,00, acrescidos de 6.38%, que totalizam R$ 4.215,00.

Nessa mesma data, temos a Iberia, Air France, KLM, Lufthansa oferecendo preços mais competitivos e com possibilidade de pontuação em programa de milhas. Como a British cobra os 6.38% também, o seu preço é menos competitivo do que o da Norwegian.

Busquei as datas aleatoriamente, mas tenho visto passagens em econômica para a Europa por menos de R$ 3.000,00. Se a Norwegian mantiver a faixa de preços, acredito que ela não será bem sucedida. Afinal, os passageiros da classe econômica querem economizar nas passagens.

Além disso, com os programas de milhas, é frequente a possibilidade de emissão de bilhetes em econômica na faixa dos R$2.000,00 nas transferências bonificadas da Livelo para as companhias aéreas parceiras.

Então, deixo aqui o meu apelo para o pessoal da Norwegian: abaixem os preços e conquistem o mercado brasileiro!