Peço perdão pelo atraso no post, mas só soube da notícia há pouco. Passei o dia em um avião sem wifi e fiquei fora do ar (mas literalmente no ar …).

O grande bafafá do dia foi a reformulação da tabela do TAP Victoria que vai vigorar a partir do dia 22 de fevereiro, ou seja, daqui a sete dias. A empresa decidiu aumentar consideravelmente o valor do resgate, em detrimento dos clientes.

Haverá duas formas de emissão: só com milhas e milhas + dinheiro. A tabela abaixo é por trecho.

SOMENTE MILHAS (do Brasil para Portugal Continental, Açores e Madeira)

Econômica

  • Saving Season: 67.500 milhas
  • High Season: 77.500 milhas

Executiva

  • Saving Season: 100.000 milhas
  • High Season: 110.000 milhas

SOMENTE MILHAS (do Brasil para os demais países da Europa)

Econômica

  • Saving Season: 72.500 milhas
  • High Season: 82.500 milhas

Executiva

  • Saving Season: 105.000 milhas
  • High Season: 115.000 milhas

Ou seja, uma passagem de ida e volta para Madri em executiva, por exemplo, na alta temporada vai sair por inacreditáveis 230.000 milhas. Não estamos falando da nova executiva da Singapore Airlines no A380, estamos falando da TAP, cuja metade da frota tem cabine defasada.

É possível também emitir com milhas e complementar com dinheiro, o chamado Miles & Cash. A tabela nessa modalidade será a seguinte:

MILES & CASH (do Brasil para Portugal Continental, Açores e Madeira)

Econômica

  • Saving Season: 45.000 milhas + USD 100*
  • High Season: 55.000 milhas + USD 100*

Executiva

  • Saving Season: 65.000 milhas + USD 200*
  • High Season: 100.000 milhas + USD 200*

MILES & CASH (do Brasil para os demais países da Europa)

Classe Econômica

  • Saving Season: 50.000 milhas + USD 100*
  • High Season: 60.000 milhas + USD 100*

Classe Executiva

  • Saving Season: 70.000 milhas + USD 200*
  • High Season: 105.000 milhas + USD 200*

O Miles & Cash é apenas um modo de a empresa cobrar a taxa de combustível com outro nome.  Percebam que para emitir uma ida e volta em econômica, além de gastar as milhas, ainda haverá um pagamento de USD 200. Na executiva, esse valor sobe para USD 400.

Espero que algum membro do MP seja leitor do blog e passe a notícia para os colegas responsáveis pela área de Direito do Consumidor, pois isso é um duplo acinte.

Em primeiro lugar, a empresa não fez um ajuste na tabela. Ela desvalorizou absurdamente o valor das milhas nos resgates em voos da própria companhia. Em segundo lugar, dar parcos 7 dias de aviso prévio é manifesta má fé da empresa. A expectativa é, obviamente, que poucos consigam fazer planos e emitir com os valores atuais nesse lapso de tempo.

A tabela com as parceiras (ainda) não sofreu ajustes e a transferência da Livelo (ainda) está 1:1. Eu já tenho planos de viagem que envolvem as parceiras do Victoria e, assim que chegar no Brasil, vou emitir.

Quanto à Livelo, tenho duas expectativas: ou o Victoria vai desvalorizar e se igualar às demais na proporção 2:1, ou não teremos mais aquelas promos com 100% de bônus na transferência.

O mercado está inundado de milhas Victoria e a TAP quer que elas sejam consumidas.