Vocês já tiveram alguma ocasião em que preencheram o nome equivocadamente e, quando perceberam, entraram no modo panic on? Eu já, um vez com a Delta. Mas, por sorte, percebi nas primeiras 24 horas e a correção, que é ato meramente administrativo e não deveria dar nenhum problema, foi feita tranquilamente sem qualquer ônus.

Mas, no geral, as empresas aéreas dificultam muito a vida do passageiro, ou se negando a fazer a troca, ou exigindo o pagamento de uma multa abusiva para fazê-la, mesmo que o equívoco seja de uma única letra.

Abaixo, a política da TAP para a correção de nomes, informação que me foi passada gentilmente pelo leitor João Paulo (ele pediu pra colocar o insta dele aqui rssss … lá vai … @prsilvaj).

A política da TAP me pareceu bem razoável – sem cobranças nos casos mais comuns para bilhetes 047 (emitidos e operados pela TAP), e uma taxa de USD 36 para bilhetes em voos codeshare/interline, que envolvem uma outra companhia aérea.

Vocês já tiveram problema com nomes nas passagens aéreas? Como resolveram?