A Iberia finalmente está permitindo a transferência dos pontos da promo para o BAEC, noticiou hoje o jornal Daily Mail, da Inglaterra.

Há dois dias atrás, o Milhas e Destinos, através da valiosa dica do leitor Deyvisson, já havia antecipado que isso poderia acontecer, de acordo com relatos do FlyerTalk:

Segundo o Daily Mail e, de acordo com o que eu sempre defendi aqui, no lançamento da promo, não havia qualquer restrição ao uso dos avios  exceto a sua data de validade, 1o de dezembro. Só após as pessoas terem comprado as passagens, isto é, gasto dinheiro, é que a Iberia avisou que os avios a serem creditados estariam engessados na conta do Iberia Plus (a chamada buried condition, que é expressamente vedada aqui no Brasil e, ao que parece, na Europa também).

Na minha opinião, a empresa cedeu porque dezenas de milhares de pessoas foram afetadas e havia a possibilidade de um sem número de ações judiciais serem bem-sucedidas, especialmente nos EUA por meio das class actions que rendem alguns milhões de dólares para os litigantes. Aqui no Brasil, meu entendimento é que a possibilidade de sucesso era bem grande.

Não se trata de “esperteza”, “jeitinho”, “falta de ética” de minha parte como um leitor reiteradamente alegou nos comentários em posts anteriores. É mudar as regras do jogo após as pessoas terem gasto dinheiro acreditando nas regras iniciais.

Esperteza, jeitinho e falta de ética foi o que a Iberia tentou fazer. Nós apenas defendemos os nossos direitos. Há de se aprender a diferença.

Para ler o artigo do Daily Mail, clique aqui.