A Qatar Airways anunciou hoje mais dois destinos que serão servidos pelo A350-1000WXB e que estão configurados com a QSuites, considerada a melhor classe executiva do mundo. As cidades contempladas são Singapura e Tóquio.

Singapura terá dois voos diários com as QSuites, sendo que o QR944/945 começa a operar em 1o de novembro de 2018 e o QR946/947 começa a operar em 1o de dezembro.

Tóquio Haneda receberá o QR812/813 a partir de 1o de janeiro de 2019. Tóquio Narita também terá as QSuites a partir de 28 de outubro de 2018, mas a aeronave é o B777-300ER. Entretanto, o schedule de Narita só contempla as QSuites até dia 31 de março de 2019. Depois dessa data – até o momento – a rota sofrerá um downgrade.

A Qatar Airways frequentemente faz ajustes operacionais com as suas aeronaves, o que pode impactar os voos com as QSuites. As informações abaixo referem-se ao que a empresa está oferecendo hoje, já deixando claro que pode haver mudanças. O ideal é dar uma olhada no ExpertFlyer para confirmar a aeronave e cabine na data do seu voo mais perto da data de partida.

Bangkok está com as QSuites no voo QR830/831, que sai às 20:35 de Doha. Aliás, Bangkok é uma cidade muito bem servida pela Qatar. Há cerca de 6 voos diários com uma diversidade de aeronaves: B777-300ER com e sem as QSuites, B788, A380, A340-600 – a escolha é do freguês!

Colombo, no Sri Lanka, e Mumbai, na Índia, são outras cidades que estão sendo servidas com a nova business class nos voos QR668/669 e QR556/557.

Hong Kong recebe dois voos diários da Qatar e um deles é premiado até o dia 31 de março de 2019: o QR818/819. Ainda na China, os voos QR870/871 ligam Doha a Shanghai com o B777-300ER retrofitado.

Quem quer viajar em estilo para Malé, nas Maldivas, tem até o dia 27 de outubro para aproveitar o A350-900XWB nos voos QR674/675 que sai de Doha às 8:25 da manhã.

A cabine também é oferecida em alguns destinos nos EUA como Nova York (tenho o trip report aqui), Chicago, Houston e Washington IAD. Na Europa, Londres, Paris, Frankfurt e Munique têm voos com as QSuites. Além disso, Sydney também conta com a excepcional cabine da Qatar.  É imprescindível verificar o voo no ExpertFlyer, porque as rotas são operadas por diversas aeronaves e, como foi sublinhado anteriormente, a própria empresa faz alterações constantes.

EMISSÃO COM MILHAS

Atualmente, o modo mais prático e vantajoso de emitir bilhetes com a Qatar Airways é via Smiles, já que o pessoal da Multiplus ainda não conseguiu resolver o problema da emissão com algumas parceiras Oneworld.

Quando e se a Multiplus voltar a operar normalmente, é possível reservar as QSuites por 55.000 pontos entre Europa e Oriente Médio, ou 75.000 pontos entre Oriente Médio e Ásia.

Com milhas AAdvantage, o custo é de 42.500 milhas da Europa para o Oriente Médio, 40.000 do Oriente Médio para Ásia e 75.000 milhas da Europa para Ásia.

Infelizmente, houve um ajuste no sistema do Smiles e está dificílimo de emitir dois trechos na mesma cabine em um único bilhete (tipo Paris-Doha-Singapura). Geralmente, o primeiro trecho aparece em executiva e o segundo, em econômica. Mas, misteriosamente, é possível marcar os trechos separadamente em executiva, gastando mais milhas na reserva, of course …

Enfim, entre a Europa e Doha, o custo fica em 50.000 milhas Smiles. De Doha para a Ásia, o valor está na casa das 60.000 milhas. Do Qatar para a Austrália, o programa está tarifando em 120.000 milhas o trecho na executiva. Para Houston são 130.000 milhas por 15 horas de voo e para JFK são 110.000 milhas para 13hrs15mins no ar.

Eu fiquei absolutamente encantada com as QSuites e acho que todo mundo que tiver uma oportunidade de voar nessa cabine não deve desperdiçá-la.

E vocês? Já experimentaram aquela que é considerada a melhor business class do mundo?

E antes que eu me esqueça … 😉