Prezados, trago duas péssimas notícias para vocês envolvendo a Smiles.

Péssima Notícia Número 1

Dando minha olhada matinal no site da empresa, percebi que a Alitalia, a Air France, a KLM e a Etihad foram incluídas naquele rol de companhias aéreas em que há emissão de passagens comerciais. Ou seja, a Smiles está avançando a passos largos para diminuir drasticamente a disponibilidade de passagens reward.

Vejam que não há o selo do Viaje Fácil abaixo do logo.

Essas passagens, como expliquei em um outro post (clique aqui para ler), são diferenciadas das passagens rewards. A primeira distinção é que há cobrança de taxa de combustível – nesse caso, a bagatela de R$ 454,53.

Além disso, elas não permitem cancelamento ou alteração (o passageiro simplesmente perde todas as milhas que investiu na aquisição do bilhete caso haja algum imprevisto).

Péssima Notícia Número 2

Um dos grandes debates no post anterior sobre esse assunto era se o passageiro acumularia ou não milhas nesse tipo de bilhete. Alguns leitores comentaram que o sistema pudesse ser semelhante ou igual à parceria Azul / Viajanet.

Sinto informar aos otimistas que eu (infelizmente) estava certa na minha intuição. Ao ler as regras tarifárias completas, está lá bem claro que não há acúmulo de milhas Smiles no Programa Smiles. Não sei se há acúmulo no programa da companhia que realiza o voo e não há qualquer informação sobre isso.

Por fim, na aba de Contrato de resgate de bilhetes aéreos finalmente a Smiles admite que está oferecendo tarifa Comercial ou Award.

 

Um fator que me chamou muito a atenção nesse episódio é que a Smiles monitora esse blog – já entrou em contato comigo algumas vezes em virtude de posts. Mas, nesse caso aqui, nem uma palavra, uma explicação, uma informação, um posicionamento que eu pudesse divulgar para vocês.

Aliás, só a introdução dessas tarifas sem qualquer aviso a nós, clientes, no site demonstra o quanto nós somos importantes para a empresa, não é mesmo?

Mas é fácil entender o porquê do silêncio: esse novo sistema diminuiu drasticamente a disponibilidade das passagens reward o que acarreta em uma mega desvalorização das milhas que estão acumuladas nas contas dos seus clientes.

A Smiles está decidida a se tornar um programa inviável para quem deseja resgatar passagens com milhas em trechos internacionais. Aliás, a Smiles está deixando de ser um programa de milhas para se tornar uma mera agência de viagens.

Qual é o incentivo para a Smiles em oferecer bilhetes reward agora? Se ela está atuando como intermediária, ela ganha dinheiro quando alguém emite uma passagem comercial. Agora, com uma tarifa reward, ela não ganha absolutamente nada.

Se é para comprar passagem aérea, eu compro diretamente na companhia de minha escolha e pontuo no programa que desejo.

OBS: Procurei diversas em diversas rotas e a disponibilidade com a Qatar simplesmente desapareceu. Não sei bem o que pode ser, pois de vez em isso acontece em outros programas da Oneworld e parece que é a própria Qatar que zera a disponibilidade.