Desde a aprovação do Regulamento 400 da ANAC, houve diversas mudanças nas franquias de bagagens dentro do Brasil e do Brasil para o exterior. Para facilitar a vida dos passageiros que me acompanham aqui no Milhas e Destinos, resolvi elaborar uma tabela com as regras de bagagem das principais companhias aéreas que atuam no mercado brasileiro.

Os indicadores abaixo foram elaborados com base em um passageiro sem qualquer status na companhia aérea e para voos com saída do Brasil. Ainda assim, recomendo fortemente que leiam atentamente às regras de bagagem ao adquirir passagens aéreas, porque elas podem mudar (e mudam!) regularmente. Um exemplo é que a partir de hoje, a British Airways mudou a política de bagagens para voos diretos com origem no Brasil, acrescentando mais uma peça gratuita na econômica.

Um outor fator importante é que a tabela abaixo contempla somente voos operados por uma única companhia aérea. Se o seu trecho é operado por duas companhias aéreas, é sempre bom ligar para o call center e se informar e, obviamente, dar um print screen das informações constantes nos sites de ambas as empresas. Por exemplo, quem faz São Paulo – Londres com a British na econômica tem direito a 2 peças com até 23 kg. O passageiro que faz BH – SP – Londres, por outro lado, obrigatoriamente fará o trecho BH – SP com a LATAM, e aí a regra muda.

Então, a tabela abaixo serve apenas como orientação e as informações devem ser confirmadas na aquisição do bilhete.

Atenção: a partir do dia 1o de fevereiro a franquia de bagagens da American Airlines sofreu alteração – agora o peso máximo passa a ser de 23kg por peça, exceto na executiva, que se mantém em 32kg.

 

Boas viagens!