O TAP Miles&GO, programa de milhas da companhia aérea portuguesa, lançou a quarta promoção em que bonifica pontos transferidos das parceiras com 100% – ou mais – nas últimas 3 semanas.

No dia 21 de maio, transferências do Itaucard dariam 90% para os portadores do cartão, ou 100% para membros do Clube Miles&GO.

Em seguida, no dia 27 de maio, foi lançada a promoção com a Livelo, oferecendo 70& de bônus para clientes Livelo, 100% de bônus para clientes de um dos clubes, e 120% para clientes associados aos dois clubes.

No dia 12 de junho, outra promoção com o Itaucard, oferecendo 100% de bônus para clientes do cartão e 120% para clientes do clube Miles&GO. Essa promoção teve uma curiosidade: os pontos bônus eram válidos por incríveis 30 dias!

Ontem, a própria TAP enviou um email aos clientes anunciando sua nova promoção, agora com os clientes Porto Seguro. Entre os dias 17 e 18 de junho, clientes Porto Seguro recebem 70% de bônus. Já o cliente Porto Seguro que tiver o clube da TAP recebe 100% de bônus.

Além disso, houve uma campanha agressiva de adesão ao clube, oferecendo milhas extras na adesão.

Na 4a feira, 12 de junho, o Milhas e Destinos foi o primeiro blog a anunciar uma mudança sutil na tabela do Miles&GO, tanto para voos com a companhia portuguesa como para voos com as parceiras Star Alliance.

O que era tabela fixa até agora, passou a contar com a expressão “a partir de”, o que sugere que a quantidade de milhas necessárias para um trecho entre duas regiões passou a ser o piso.

Em outras palavras: há indícios (ou seriam evidências?) de que a empresa vai passar a adotar a tabela dinâmica para resgates.

Eu vi esse filme antes, no final de 2017 – início de 2018. A empresa ofereceu diversas promoções com excelentes bônus durante meses para o então Victoria para, sem notificar os clientes via email, modificar a tabela em um prazo de uma semana. A notícia foi dada no dia 8 de março e a tabela aumentou dia 15 de março.

E o pior: foi indicado que haveria uma alteração, mas sem precisar quais seriam os reajustes!

Não foi enviado um email sequer para os clientes. Nós, blogueiros, descobrimos por um acaso, e demos a devida publicidade ao caso.

Eu perdi a confiança no programa e não transferi um ponto para lá durante todo o ano de 2018 e metade de 2019. Quando houve o bônus de 120%, aderi ao clube mais baixo e decidi dar uma chance à empresa, mas com ressalvas: transferi exatamente o necessário para um trecho em executiva para a América do Norte com vistas à emissão em médio prazo (6 meses). Nem uma milha a mais.

Depois da péssima decisão de não honrar com as passagens emitidas pelo programa Amigo, apesar de não ter sido pessoalmente atingida como passageira, me senti aviltada como consumidora e confiança na empresa foi, mais uma vez, abalada.

Em seguida, veio a bomba – ainda não confirmada – do “a partir de”. E, agora, mais uma promoção agressiva de transferência bonificada.

Pode ser que a tabela permaneça como está, sem alterações. Mas decidi não arriscar mais com a empresa. Não tenho emissões para fazer no momento, que engloba junho/2020. Não envio mais um ponto se não for emitir imediatamente. E quando digo imediatamente, não é a curto prazo. É assim que os pontos caírem na minha conta.

Ah, e hoje me arrependo de ter enviado os pontos Livelo na promoção de 120%, pois corro o sério risco de ter que mandar mais pontos para completar uma emissão no final do ano.