A TAP está nas manchetes do Milhas e Destinos nos últimos dias. Também, não era para menos! Depois da desastrosa política de não honrar bilhetes emitidos pelo finado programa Amigo, a empresa veio com mais uma alteração que atinge, em cheio, os planos de quem acumula milhas em seu programa Miles&GO.

O leitor Valfrido, a quem agradeço desde já, me enviou email em que notou uma sutil, porém impactante – na minha opinião, diferença na tabela de resgates com as parceiras Star Alliance.

Vocês conseguem notar a sutil diferença da 1a imagem (tirada de um post do Milhas e Destinos do dia 16 de março de 2018 para a 2a imagem, de hoje, 12 de junho de 2019?

Imagem de 16 de março de 2018
Imagem de 12 de junho de 2019

Então, o valor do resgate da tabela passou a ser o piso, o mínimo que o programa vai cobrar. Seria possível afirmar que o TAP Miles&GO passou admitir tabela flutuante para as parceiras Star Alliance? Ou que teremos um aumento de tabela num futuro próximo?

Mas não é só: para os resgates em voos da própria TAP, também passou a constar o termo “a partir de”:

Não sei há quanto tempo esse detalhe consta no site do Miles&GO, mas posso afirmar, com convicção, que não recebi nenhum comunicado a respeito de qualquer mudança.

Também não pude verificar como estão sendo cobrados os trechos nas parceiras da Star Alliance porque todos os voos que pesquisei deram erro. (Pelos comentários, talvez meu navegador – Safari – esteja dando uma incompatibilidade qualquer com o sistema de pesquisa do site).

Vocês já tinham notado isso? Vocês estão conseguindo acessar os voos com as parceiras? Houve alteração?