Bom, chegamos a terceira parte do tutorial AAdvantage do Milhas e Destinos. Nesse post eu vou mostrar como ganhar as milhas prêmio.

Entretanto, antes de continuar, tenho que ressaltar uma diferença importante: há dois tipos de milhas na AA. O primeiro é a milha qualificável da segunda parte do tutorial –  EQM – que serve para mudança de status. O segundo tipo é a milha prêmio, ou milha resgatável, que você usa para emitir bilhetes com a AA ou com suas parceiras.

MILHAS PRÊMIO

Os programas de milhas têm dificultado muito a aquisição de milhas prêmio. Geralmente, elas são atribuídas de acordo com o gasto que o cliente tem na emissão do bilhete e com o nível de status que ele tem no programa.

Para voos com a AA ou com código da AA, o cálculo  é feito da seguinte maneira:

Como exemplos temos o seguinte, extraído do próprio site do AAdvantage. Observem que o multiplicador incide sobre a tarifa base em dólares. As taxas ficam de fora dos cálculos.

Para voos com as parceiras, é necessário dar uma olhada na tabela específica de cada uma. Vamos ver a tabela dos voos com código Iberia como exemplo.

As milhas prêmio são as chamadas milhas base.

Do Rio para Madri são cerca de 5.000 milhas. Então, quem voa na econômica Y, B e na econômica premium E, T vai ganhar 5.000 milhas, pois o acúmulo é de 100%. Quem voa na econômica mais barata só vai ganhar 1.250 milhas (25% de 5.000). Já quem voa na executiva vai ganhar 6.250 milhas (5.000 milhas + 25% de bônus de cabine). Quem voa na first ganha 7.500 milhas (5.000 milhas + 50% de bônus de cabine)

Aí vocês podem me perguntar: mas a Iberia não tem primeira classe, como é que tem tabela para a primeira classe aí? Como eu disse acima, a tabela é para voos com o código da Iberia (IB)! Nada impede que a Iberia comercialize voos em codeshare com a AA ou com a BA – ambas operam a primeira classe. Se você não entende de codeshare, eu fiz um post essa semana explicando isso (clique aqui para ler).

MILHAS DE BONIFICAÇÃO ELITE

Além das milhas prêmio, os clientes AAdvantage que possuem status com o programa além das milhas prêmio, ganham milhas de bonificação elite – que também são resgatáveis –  em um determinado percentual, o que é uma grande vantagem.

E como isso funciona? Bem, as milhas de bonificação elite são calculadas em cima das milhas prêmio base – sem eventual bonificação de cabine.

Vamos fazer as contas com aquele exemplo da Iberia, do Rio para Madri, rota com aproximadamente 5.000 milhas. Um passageiro sem status no AAdvantage recebe essas 5.000 milhas e nada mais. O cliente Gold recebe 5.000 milhas + 40% (2.000) = 7.000. O cliente Platinum recebe 8.000 milhas (5.000 + 60%); o Platinum Pro, 9.000 e o ExP, 11.000.

Mas tem um detalhe: o AAdvantage não dá esse bônus para voos com código de algumas parceiras. Infelizmente, os voos JJ (LATAM Brasil) não dão essa bonificação … 🙁

Entretanto, a LATAM anunciou que, a partir de 11 de maio, todos os seus voos – exceto para os EUA – passarão a ter o código LA. Ou seja, ao que parece, já que nada foi confirmado pela AA, a partir dessa data já poderemos contar com esse bônus,

Abaixo, a relação das parceiras cuja bonificação é garantida – além da AA e da American Eagle (subsidiária da AA):

Alaska Airlines
British Airways
Cathay Pacific e sua subsidiária Dragon Air
Finnair
Iberia
JAL
LATAM Chile
Malaysia
Qantas 
Qatar
Royal Jordanian

Espero que eu tenha conseguido me fazer entender nesse emaranhado de milhas!

Tutorial AAdvantage Parte 1

Tutorial AAdvantage Parte 2