Eu tinha imaginado que essa seria a última parte do tutorial AAdvantage, quando em lembrei que há um último tópico nunca abordado nos blogs brasileiros e que merece um post à parte. Então, teremos uma parte 7 no domingo.

Nesse penúltimo post, vou dar algumas informações que acho que são importantes para vocês conhecerem bem o programa com todas as suas nuances.

1) Níveis de status: 

No site da American, consta que o nível mais alto é o Executive Platinum (ExP), mas isso não é bem verdade. Acima dele, há o Concierge Key, cuja obtenção se dá por meio de convite. Há rumores que é necessário um gasto anual de cerca de USD 50.000 com a AA para ser Concierge Key.

O AAdvantage não tem soft landing – o benefício de downgrade para o status imediatamente anterior caso o cliente não consiga se manter na sua categoria.

2) Upgrades de 500 milhas

Também chamados de stickers, a cada 12.500 EQMs voadas, os clientes Gold e Platinum recebem 4 upgrades de 500 milhas que podem ser utilizados nos voos domésticos nos EUA.

A distância entre JFK e Orlando é de 945 milhas. Ou seja, com 2 upgrades de 500 milhas é possível voar na primeira classe (dentro dos EUA, geralmente eles chamam a cabine premium de primeira classe).

Os stickers não têm prazo de validade e nem limite (eu tenho 63!). Os membros Platinum Pro e Executive Platinum têm upgrade ilimitado e automático, dependendo da disponibilidade, sem necessidade de stickers. Logo, quando você é Platinum Pro ou ExP, você não ganha os 4 stickers a cada 12.500 EQMs.

Para utilizar os stickers, assim que o bilhete for emitido, é necessário ligar para o AAdvantage e requisitar o upgrade.

3) Check-in diferenciado e acesso aos lounges

Os clientes Gold têm direito a fazer o check-in na executiva e têm 1 bagagem despachada gratuitamente. Isso é especialmente importante agora que a econômica básica vai ser estendida para voos internacionais. Entretanto, não há acesso aos lounges.

Os clientes Platinum e Platinum Pro também podem fazer o check-in na executiva, têm acesso aos lounges de executiva na AA e na OW, e podem despachar 2 bagagens gratuitamente.

Os clientes ExP podem fazer o check-in na primeira classe, têm acesso aos lounges da primeira classe na rede Oneworld, com exceção de alguns lounges da Qatar e o Concorde Room da BA em Londres, e podem despachar 3 bagagens gratuitamente.

4) Taxa de processamento de bilhetes emitidos com milhas

Se você solicitar prêmios AAdvantage dentro de 21 dias antes da partida, as taxas do prêmio AAdvantage não serão cobradas dos clientes Executive Platinum, Platinum Pro, Platinum e Gold ao usarem milhas de suas contas. A taxa custa USD 75.

5) Tarifa de cancelamento ou alteração dos bilhetes emitidos com milhas

O AAdvantage cobra uma tarifa de USD 150 para alterações e cancelamentos de bilhetes emitidos com milhas, com a devolução das milhas para a conta do titular.

Entretanto, se a única alteração for a data do voo, não há cobranca.

6) Os benefícios de ser Executive Platinum

a) Os SWU

Os Systemwide Upgrades, ou SWU ou eVIPs, são certificados de upgrade concedidos aos clientes quando alcançam Executive Platinum. São 4 SWU, e mais 2 a cada 50.000 milhas voadas além das 100.000 iniciais, com um máximo anual de 8 SWU.

Cada SWU permite que o passageiro tenha um upgrade para a classe imediatamente superior – exceto na tarifa econômica básica, em caso de disponibilidade, é claro. Cada SWU pode ser aproveitado em até 3 trechos. Então, é possível comprar um Rio – Miami – Chicago – Tóquio em econômica e conseguir voar na executiva usando apenas um SWU.

Eles somente podem ser usados em voos comercializados e operados pela American Airlines e para a sua utilização é necessário ligar para o AAdvantage e pedir o upgrade. Caso não haja disponibilidade imediata, o upgrade fica em lista de espera.

Se você cancelar sua viagem antes do voar, ligue para a central de serviços da categoria elite para restituir seu(s) upgrade(s) para uso futuro.

Upgrades obtidos com base na sua atividade de voo em 2018 são válidos até 31 de janeiro de 2020; upgrades obtidos com base na sua atividade de voo em 2019 são válidos até 31 de janeiro de 2021.

Uma boa dica para a utilização dos upgrades é verificar a sua disponibilidade no Expert Flyer antes de emitir o bilhete. A tarifa para upgrade da econômica para a executiva na AA é C.  Para saber como usar o Expert Flyer e entender um pouco sobre classes tarifárias, clique aqui, aqui e aqui.

b) Upgrades da econômica diretamente para a executiva

Como a American está implementando a premium economy em suas aeronaves, os clientes que estão na econômica ganham upgrade para a cabine seguinte, que é a econômica premium.  Somente os passageiros ExP e Concierge Key conseguem o upgrade direto para a executiva. Os upgrades podem ser confirmados com 100 horas de antecedência.

c) Comida e bebida de cortesia na econômica

Nos voos domésticos da AA, o pessoal da econômica tem que pagar se quiser comer a bordo ou beber alguma coisa além de água, café, sucos e refrigerantes. Os clientes ExP têm direito a comida e bebida, inclusive alcoólica, gratuita ainda que voando em classe econômica. Há aquele menu, como tem aqui no Brasil, e o passageiro escolhe o que ele quiser.

d) Isenção da cobrança de alteração e restituição de prêmios AAdvantage

Esse é um dos melhores benefícios, na minha opinião. Sendo ExP, você pode alterar ou cancelar todo e qualquer bilhete emitido com milhas, inclusive com as parceiras, sem pagar um tostão por isso.

e) Call center dedicado nos Estados Unidos

Além de o atendimento ocorrer imediatamente, os atendentes do call center do ExP nos EUA, geralmente, são os que mais entendem do programa. É verdade que houve uma decaída nos últimos tempos, mas, ainda assim, é um bom atendimento.

f) Main Cabin Extra

Os ExP viajando em econômica têm acesso gratuito aos assentos da main cabin extra na hora da reserva.

g) Disponibilidade de assentos prêmio ampliado

Os ExP (+1 acompanhante) têm direito a uma maior disponibilidade de assentos para emissão com milhas voando na AA.

h) Upgrades em bilhetes emitidos com milhas em voos domésticos nos EUA

Os clientes ExP e Concierge Key podem usar seus stickers (500 mile upgrade) para fazerem um upgrade em voos dentro dos EUA.

7) Ordem de preferência para upgrades

Atualmente, a ordem para uso dos stickers e do SWU é a seguinte: em primeiro lugar vem o status. Entre pessoas com o mesmo status, a preferência é de quem tem mais EQDs, ou seja – quem gasta mais. Se houver empate, a preferência é para o passageiro que pediu o upgrade primeiro.

8) Venda de upgrades e o miles + co-pay

Há dois tipos de upgrades que envolvem dinheiro.

O primeiro é o upgrade puro (LFBU – load factor based upgrade) que, como o nome já diz, depende de quantos assentos vagos existem na classe desejada. Caso haja disponibilidade na hora do check-in, é possível pagar pelo upgrade sem gastar milhas. Os valores variam entre USD 500 – 1000 dependendo da rota.

Os LFBU são relativamente comuns em voos saindo dos EUA. Basta perguntar para o agente do check-in que ele informa. Às vezes, quando o check-in é feito no quiosque ou mesmo online, ele é oferecido quando a cabine está mais vazia.

Aqui no Brasil, os agentes de check-in não têm autonomia para oferecer esses upgrades. Mas é possível requisitá-los nos Admiral’s Club. Ainda que você não tenha acesso ao lounge por falta de status, basta entrar e perguntar para um agente.

O outro tipo de upgrade é o miles + co-pay. Nesse caso, o pagamento em dinheiro é menor, mas é necessário pagar o restante com milhas.

Somente as seguintes tarifas admitem upgrade via miles + copay:

Econômica: Y, H, K, M, L, V, G, Q, N, O, S; 

Premium economy: P e W

Executiva: I, J, D ou R

São necessárias 25.000 milhas + USD 350 para fazer um upgrade do Brasil para a América do Norte.

9) Lifetime Status

O AAdvantage, assim como outros programas, oferece status para a vida toda – chamado de lifetime status – para clientes que voam uma determinada quantidade de milhas.

No AAdvantage, quem voa 1 milhão de milhas – com a AA ou com as parceiras OW – tem status Gold para a vida toda (OW Ruby) e ganha 35.000 milhas bônus. Quem voa 2 milhões de milhas ganha Platinum (OW Sapphire) e 4 SWU. A cada milhão adicional, são mais 4 SWU.

Esses passageiros são chamados de million milers. A cada milhão, muda a sigla – 1MM, 2MM, 3MM. Mas atenção: são contabilizadas as milhas efetivamente voadas, sem contar com bônus!

O AAdvantage é muito criticado (com razão) pelos parcos benefícios lifetime. Ninguém consegue OW Emerald, ainda que voe 10MM. No MileagePlus da United, os 1MM ganham Star Alliance Gold (o status mais alto da aliança) para a vida toda.

10) Status Challenge – Desafio de status

Eu escrevi um tutorial explicando um modo de se conseguir status com a American Airlines voando menos. Para acessá-lo, clique aqui.

Alguém tem mais alguma dica geral sobre o AAdvantage que esqueci de mencionar aqui?